classes gramaticais

Classes gramaticais em inglês

06/11/2014
Tempo de leitura: 3 minutos

Para compreender melhor uma língua, temos que conhecê-la – a estrutura, a ordem, as partes que compõem uma sentença. Por isso, hoje, vamos falar sobre uma parte pequena, mas muito abrangente e importante do inglês: as “word classes” ou “classes gramaticais”.

Qual a importância de conhecer essas classes?

Alguns gostam, outros não, mas não tem como aprender uma língua sem aprender também sua gramática. É ela quem vai “ligar os pontos” e fazer com que alguém consiga criar uma frase coesa e coerente. E uma sentence é composta por diversos tipos de palavras, como verbs, nouns e adverbs, que iremos conhecer agora!

Noun

Um noun, ou “substantivo”, é a classe de palavras que dá nome, define as coisas. Eles são os nomes dos animais, dos objetos, dos lugares, dos sentimentos, até mesmo seu nome é um “noun”. Assim como no português, existem categorias que dividem os substantivos. Há os common nouns: life (vida), address (endereço). Também temos proper nouns: England (Inglaterra), David, Eiffel Tower (torre Eiffel). E já falamos dos collective nouns (substantivos coletivos): ambush [of tigers] (alcateia [de tigres]), school [of fish] (cardume [de peixes]).

Adjective

Já o “adjective” (adjetivo) é o que qualifica e descreve um substantivo. Por exemplo:
A nice girl.
(Uma garota legal.)
My boyfriend is gorgeous.
(Meu namorado é maravilhoso.)
A sweet apple
(Uma maçã doce.)

Quando usamos mais de um adjetivo para descrever algo, é importante se lembrar de que eles possuem uma ordem de aparição na frase (falamos melhor sobre a ordem dos adjetivos em inglês aqui). Além disso, outro aspecto importante é que eles ganham formas especiais como comparativos e superlativos em inglês.

Verb

Muito parecido com o português, os verbos são aqueles que indicam a ação da frase, realizada ou sofrida por algo ou alguém. Com eles, você também demonstra:
um evento: to rain (chover), to occur (ocorrer).
uma situação: to be (ser), to have (ter).
uma mudança: to become (tornar-se), to grow (crescer).

Os verbos são os responsáveis por localizar as situações no tempo, por isso, temos presente, passado e futuro em inglês como categorias mais amplas dos tempos verbais. Uma dica: temos um guia bem completo sobre verbos em inglês.

Adverb

Enquanto isso, os advérbios modificam e alteram os verbos, adjetivos ou outros advérbios. Em português, eles são conhecidos por muitos terminarem em “-mente” e indicam muitas vezes o modo como as coisas acontecem. Em inglês, a terminação comum é com “-ly”:
I’ve heard him patiently.
(Eu o escutei pacientemente.)
They carefully avoid each other.
(Eles se evitam cuidadosamente.)

Outros exemplos de “adverbs” são: quickly (rapidamente), almost (quase), tomorrow (amanhã).

Pronoun

Os pronomes são as palavras que substituem um substantivo que já tenha sido mencionado ou esteja implícito. Existem diversos tipos deles. Alguns exemplos:
I (Eu), he (ele) e we (nós), me (me, mim), mine (meu), ours (nosso) e themselves (deles).

Preposition

As prepositions (preposições) são tema de discórdia entre quem está aprendendo inglês, mas, para resumir, elas são responsáveis por ligar termos dentro de uma frase estabelecendo a coerência. Para entender com mais detalhes, temos dois posts especialmente para elas: o primeiro é sobre as preposições in, on e at e, o segundo, sobre como usar as preposições em inglês. Leitura obrigatória! O assunto causa tantas dúvidas que temos até um guia sobre preposições em inglês.

Conjunction

Essas são conhecidas por nós como conjunções. São usadas para ligar termos, orações e sentenças entre si. Alguns exemplos de conjunções são: and (e), but (mas, porém), or (ou).
When I arrived, they were eating and drinking already.
(Quando eu cheguei, eles já estavam comendo e bebendo já.)
I’m ready, but can’t find my purse.
(Estou pronta, mas não consigo encontrar minha bolsa.)

Determiners

Essa classe de palavras, conhecida em português como artigos, tem como função introduzir, identificar e determinar, ou não, um substantivo. Em inglês, existem artigos definidos, onde “the” representa o, a, os, as; e os artigos indefinidos, que são “a/an” (um, uma).

A função principal dos determiners é a de determinar a exatidão de um substantivo na frase. Por exemplo: He bought a car (Ele comprou um carro) é diferente de He bought the car he wanted (Ele comprou o carro que ele queria), pois, neste caso, sabemos que não foi um carro qualquer, mas “the car” (o carro – um carro específico).

É bastante informação, certo? Porém, o essencial para quem está aprendendo inglês é entender que cada uma dessas classes compõe uma frase que você possa falar ou escrever e, sem elas, não tem como entender nada! Conhecê-las ajuda você a se comunicar melhor e aprender com mais facilidade outros temas da gramática em inglês. Ficou com alguma dúvida? Deixe sua questão nos comentários e até a próxima!

 
Sarah Oliveira

Sarah Oliveira

Criadora de conteúdo na Englishtown e amante das letras, estudo na USP e sonho com o mundo: conhecer novos lugares, pessoas e trocar experiências. O inglês é uma paixão desde criança e é através de outros amores, como literatura, música e filmes, que aprendo cada dia mais.
Sarah Oliveira