Preposições em inglês: to ou for?

tire suas dúvidas de inglês

Já falamos das preposições em inglês in, on e at aqui antes, mas elas são tantas que este é um assunto muito rico. Se há uma dupla de preposições em inglês que deixa os brasileiros confusos é to e for. Acho que a culpa disso é o fato de que, na nossa língua, elas se traduzem em geral como uma só preposição: para.

Por isso, vamos ver os usos mais comuns de to e for para resolver este problema.

Vamos começar com as principais diferenças de uso. Antes de verbos, por exemplo, usamos o to seguido do verbo no infinitivo para falar do propósito ou objetivo de uma ação. Já o for é usado acompanhado do gerúndio para falar da função de algo. Veja nos exemplos para ficar mais claro:

She called to talk to you. (Ela ligou para falar com você – “falar com você” era o propósito da ligação.)

Conversations are good for realizing what’s wrong. (Conversas são boas para perceber o que há de errado. – perceber o que há de errado é a função da conversa.)

Antes de pessoas, podemos dizer que to é usado para falar de uma troca ou transferência, algo que é passado para alguém, e for indica que a ação foi para beneficiar o indivíduo ou para indicar que algo foi feito por outra pessoa, no lugar dela. Com exemplos, fica mais fácil ilustrar:

I will write a letter to her. (Vou escrever uma carta para ela – a carta será passada de mim para ela.)

We gave the news to them. (Nós demos as notícias a eles – a notícia foi passada para eles.)

He always carries the books for her. (Ele sempre carrega os livros por ela – no lugar dela, para ajudá-la, ele carrega os livros dela.)

She will check that for me. (Ela vai checar isso para mim – para me ajudar, ela vai verificar algo por mim.)

Essas duas diferenças ajudam bastante. Agora, para resolver de vez suas dúvidas sobre essas preposições em inglês, vamos ver os principais usos delas:

TOFOR
Para indicar destino, movimento em direção a algo:
You are going to Paris.

Para indicar função (seguido de gerúndio):
A watering can is used for watering the flowers.

Para falar de distância:
It’s about 2 blocks from the office to her place.

Para falar de benefícios:
Fruit is very good for you.

Quando passar ou entregar algo a alguém:
The teacher handed the test to the students.

Ao fazer algo para ajudar ou no lugar da pessoa, “por causa de”:
She is very happy for you.

Para ligar o início e o fim de um período:
He takes English classes from 8pm to 9pm.

Para falar sobre a duração de algo:
I’ve worked at English Live for four years.

Para comparar duas coisas:
I prefer going to the movies to staying at home.

Para dizer quando um compromisso foi marcado:
The boss scheduled the meeting for this afternoon.

Motivo/propósito seguido de verbo:
They go out to relax and have fun.

Motivo/propósito seguido de substantivo:
The area is for guests only.

E aí, ajudamos você a resolver suas dúvidas sobre as diferenças entre to e for? É claro que há mais casos, mas estes são os principais. Se ficou alguma dúvida, pode usar a seção de comentários abaixo, para que possamos ajudar você. E, se quiser continuar se aprofundando nos usos de to, veja quando usar to ou ing entre dois verbos.

Que tal também aproveitar e conferir o curso de inglês online da English Live?

Vanessa Spirandeo

Trabajo con contenido e interacción en EF English Live desde 2010. Me encantan los idiomas y la cultura, leer, escribir, aprender y compartir.

Você também pode gostar desses artigos

138 comments

      1. Se eu dedico uma palavra a alguém, eu devo escrever “ One word to you ou for you?” Thank you!

  1. Gosto muito de tirar minhas dúvidas por aqui.
    Sempre acabo entendendo melhor.

    Parabéns pelo trabalho!!!

  2. Quando eu digo: Oi pra todo mundo, eu digo Hello to everybody or Hello for everybody?
    Sorry, but I don’t understood stay.

    1. Olá, João Paulo,

      O certo seria “hello to everybody”. Lembre que, antes de pessoas, usamos “to” para falar de uma troca ou transferência, algo que é passado para alguém, como um cumprimento (que é o caso).

      Porém, o mais comum mesmo é dizer “hello, everybody” 🙂
      Esperamos que isso ajude!

    2. to = a; than = do que; eu prefiro uma coisa a(to) outra; eu gosto de ir ao cinema mais do que(than) ficar em casa.

  3. No exemplo acima: “She called to talk to you”. Não seria “She called to talk with you.” ? Existe diferença de uso para “to” e para “with”?

    1. Olá, Manu,
      Tanto “talk to” quanto “talk with” referem-se a “conversar com” alguém. Há uma diferença sutil: com “with”, queremos reforçar que ambas as pessoas na conversa estavam falando.
      Esperamos que isso ajude 🙂

  4. Olá, Alina!
    A melhor maneira de dizer essa frase é “The world was made of dreams for people to move on.”

    Esse último “to” indica o propósito da ação, no caso, “seguir em frente”.

    Esperamos ter ajudado! 🙂

      1. Ficamos felizes em ajudar, Alina!
        Sempre que precisar, estamos à disposição. 😉

  5. Oi, Vanessa!
    O uso da preposição depende da ideia que você quer expressar.
    Usando o “for” nessa frase, você indica que algo tem uma utilidade para você, é necessário.
    Já com “to”, você mostra a direção, a quem algo será importante, no caso, você. Lembre que também é comum usarmos o “to” antes de pessoas.

    Esperamos ter ajudado! 🙂

  6. Olá boa noite!!

    Na frase de exemplo de comparação…

    Para comparar duas coisas: I prefer going the movies to staying at home.

    Seria errado escrever da seguinte maneira?

    > I prefer going the movies THAN staying at home.

    É errado nesse caso de comparação usar o Than ao invés de TO?

    1. Oi, Lucas,
      A preposição que acompanha cada verbo é uma norma. No caso, para comparar com o verbo “prefer”, a preposição é mesmo “to”:
      I prefer going to the movie to staying at home.

      Para o “than”, que dá ideia de gradação, de algo que é mais, você pode usar “like”:
      I like going to the movies more than I like staying at home.

      Não tem razão além de ser uma regra. E a explicação que temos para a regra é essa da gradação: a gente não prefere uma coisa “mais” do que outra, a gente prefere uma coisa a outra, certo? O verbo “prefer”, sozinho, já traz a ideia de que um é mais do que o outro. Por isso, não usamos “than”.

      Esperamos que isso ajude!

  7. Oi Vanessa! Mas e nos casos She’s got to go e We want to stay?, por exemplo? O to não está exatamente designando motivo…

    1. Olá, Ana Maria,

      O principal impasse entre “to” e “for” é entender quando usar qual com o significado de “para”, que, para nós, é uma palavra só. As regras que demos servem só para diferenciar entre um e outro, mas tanto “to” quanto “for” têm mais usos além destes. Nos casos do exemplo que você deu, eles não têm significado de “para”, e achamos que não haveria confusão entre “to” ou “for” nestas situações.

      Esses casos que você trouxe já são um segundo momento dos usos de preposição, que é entender qual preposição acompanha qual verbo. “Want” e “have/has got”, se seguidos de outro verbo, são sempre acompanhados de “to” para interligá-los.

      Esperamos que isso ajude!

  8. Olá, Fernanda!

    O gerúndio, além de indicar ações em andamento e o futuro em inglês, também é usado como substantivo. No exemplo citado, “watering can” é um substantivo composto, nada de conjugação de verbo. No segundo caso, “watering the flowers”, o –ing, acompanhado de “for”, indica a função de algo na frase.

    Sim, você pode alterar a frase dessa maneira, mas deve prestar atenção também à preposição. Já que estamos alterando a maneira como o verbo aparece (sem -ing), precisamos usar o “to” nesse caso para indicar o propósito: A watering can is used to water the flowers.

    Esperamos ter ajudado. 🙂

  9. E a expressão: “quartos para alugar”? O correto é “rooms to rent” ou “rooms for rent”? Não encontrei a regra que encaixa isso.

    1. Olá!
      O mais comum é “rooms for rent”, mas “rooms to rent” não está errado. A primeira é com o substantivo, a segunda é com o verbo. E ambas se encaixam no item “motivo/propósito”. O que causa confusão na construção talvez seja justamente o fato de que “rent” pode ser tanto verbo quanto substantivo.
      Esperamos que isso ajude!

      1. Humm. Então é isso! Eu não sabia que “rent” também é um substantivo.

        Obrigada pela ajuda! 🙂

  10. Thanks “for” your explication. its correct, the use at for? Bye bye

    1. Hi, Gilmar,
      The use of “for” is perfect 🙂 Just be careful with the vocabulary, it should be “explanation” to mean “explicação”, ok?
      We hope it helps!

  11. Hey, Giovane,
    We are glad you like the blog 🙂
    About “by” and “of”, both have many usages. But the one that can be similar is when you talk about making or preparing something:
    This is made of wool (of indicates the material used)
    This was made by my grandma (by indicates ther person or company who made it)
    Does that answer your question?
    We hope so!
    PS – Your English is good, keep on practising

    1. Olá, Sérgio,
      Sempre que desejamos algo a alguém, usamos “to” – no sentido de transferência, dos desejos que transmitimos à pessoa.
      Esperamos que isso ajude!

  12. Hello, once we’re discussing about “TO” I have a question… When do we must use the verb with “-ING” after the “TO”? Because it’s a preposition, right? I’ve seen some phrases where there was “- ING” after the “TO” but in a few others, don’t. So, for instance, when do we must say “to eatING” and “to eat”? Thank you very much… This website helps me to improve my English significantly!!!

    1. Hi, João,

      Whether the verb should be “to + infinitive”, “to + ing” or “ing” only, it depends on the previous expression. And we are sotty to say, but there are no rules. You really have to know the verbs.

      After “look forward”, for example, we must use “ing”:
      We look forward to meeting you.

      After “enjoy”, we use only “ing”:
      She enjoys swimming with her friends.

      And, after “have”, we use “to + infinitive”:
      They have to eat before going to school.

      There’s a little bit more about this here: https://englishlive.ef.com/pt-br/blog/juntando-dois-verbos-em-ingles-e-com-to-ou-ing/

      Have a look 🙂

      1. Alright. Hello again, Englishtown. So, according to what I’ve asked you about when we must use the “verb + ING” after the “TO”, to make the situation more clear, I took a stretch from a book to help us. That’s here: “[…] and devoted quite a bit of my abundant free time TO thinkING about death”. So, why don’t they use “to + think” instead? Thank you very much!!!

        1. Each case is different, João. In this particular case, the writer could have used both “to think” and “to thinking”. With “to thinking”, the focus is on the process.

          1. I guess this could help a little: try to consider the “verb+ing” as a noun when after the preposition “to”. For example, “devoted a lot of time to thinking about death”, the verb “devote” is followed by “to” (because someone devotes “to” something), so we can guess it was devoted to one of his thoughts, in this case represented by the word “thinking”. (“Ele devotou bastante tempo ao pensamento sobre morte.”) It would be the same in “she dedicates her free time to dancing” (“ela dedica o tempo livre à dança”).

            Normally this “trick” helps to check when to use the verb in infinitive (potential action) or gerund (name of the thing). I believe one of the confusions occur due to the mentioned fact: gerund verbs can work as an ongoing action or names, what doesn’t happen in Portuguese.

  13. Na tabela, no quinto exemplo do uso da preposição “to”, não está faltando um “to”? O exemplo está: “I prefer going the movies to staying at home” nós sempre vamos a algum lugar, certo? Não devia ser: “I prefer going to the movies to staying at home”? De qualquer maneira, não diminui a qualidade da explicação. Parabéns. Coloquei esse blog na minha lista de fontes confiáveis, obrigada, pois é difícil achar sites (principalmente brasileiros) em que as explicações estão realmente corretas.

  14. Olá, como tenho estudado as diferenças dos usos entre as preposições “to” e “for”, tenho prestado mais atenção quando elas aparecem para ver se consigo dizer o porquê de ter sido usada uma ao invés da outra. No caso desse trecho de uma música: “and if you like going places we can’t even pronounce” não me soa estranho sem a preposição “to” depois do going mas gostaria de entender o porquê dela não ter sido usada. Acho até que poderia ser: “and if you like to go to places we can’t even pronunce” (talvez assim soe mais como uma sugestão, como se a pessoa a quem isso foi falado, não tivesse o hábito de fazer isso mas talvez goste da ideia proposta e no trecho da música, soa mais como um hábito, tanto para a pessoa que está falando quanto para a que está ouvindo). É licença poética ou realmente tem uma explicação, caso estiver correto ou errado? Nessa mesma música tem outros exemplos nessa linha como: “but if you like causing trouble up in hotel rooms” e “and if you like having secret little rendezvous”.

    1. Olá, Gi Gi,

      Você tem razão, em geral, devemos usar “to” depois de “go” e suas formas flexionadas. Porém, “going places”, sem “to”, é uma expressão que significa “visitar lugares”. Por isso, não tem “to”.
      Agora, quanto ao “to” depois de “like”, o verbo é uma exceção. Ele aceita as duas formas depois dele (com “to” ou com “ing”). Dê uma olhada nesse post, achamos que você vai gostar: https://englishlive.ef.com/pt-br/blog/juntando-dois-verbos-em-ingles-e-com-to-ou-ing/

      1. Vocês são maravilhosos e essa interação é muito amor, principalmente pela língua em si! Obrigada pela explicação e pela indicação de post. 🙂

  15. por que quando falamos “we look forward to hearing from you back” ou to receiving it ou verbo é no ING?

    1. Olá, Eduardo!
      Quando usamos a expressão” Look forward to”, por regra, o que vem depois é usado com “ing”, por não ter função de verbo.
      Esperamos que isso ajude!

    1. Então, Eduardo, verbos são usados com “ing” em inglês em duas situações: quando formam o contínuo (“estou fazendo algo” –> “Im doing something”) ou quando, apesar de serem verbos, poderiam ser trocados por substantivos: “Knowing is the best way” = “Knowledge is the best way” = “Conhecimento é a melhor forma”.
      Quando você constrói uma frase com “look forward to”, ele (look forward to) é o verbo principal, a ação da frase. O que vem depois dele não é visto como verbo em inglês (importante lembrar que estamos falando das funções em inglês, não português, o que muda bastante). O gerúndio (ing) aí cumpre função de substantivo. Em inglês, verbos com “ing” só têm função de verbo se for parte indispensável da construção verbal principal (o que só acontece em formas contínuas).
      Ficou mais claro agora? Esperamos que sim!

  16. “I prefer going to the movies to staying at home.”

    can I use “instead” instead of “to”? Is that correct?
    Thanks!

    1. Olá, Michel,
      You could use “instead of” specially with “would prefer”. That is acceptable:
      I’d prefer going to the movies instead of staying home.
      It is, however, less common, ok?

  17. E neste caso, em uma bilheteria de cinema: “give me 2 tickets TO Star Wars” ou “give me 2 tickets FOR Star Wars”?

    1. Como o filme é sua finalidade ou propósito (também podemos entender como função do ingresso), pode usar “for”: Give me 2 tickets for Star Wars.
      Esperamos que isso ajude!

  18. Sempre fico na dúvida quando vou iniciar uma frase do tipo: “Para alguém…” ou “Para todos, hoje é um grande dia!”, por exemplo. Nestes casos seria TO ou FOR ?

  19. -Good luck!
    -“For you, too!” ou “To you, too!”?
    Qual é o certo?

  20. eu tenho uma duvida que na verdade, nem tem a ver com esse artigo. Mas, de qualquer maneira aqui vai:
    na seguinte frase “[…] as many times as you need” por que tem que ser usado o AS no meio, sendo que no meu ponto de vista não é necessário o uso do AS?

    1. Olá, Ana Julia,
      No caso, você tem um comparativo de igualdade: “as…as…” quer dizer “tanto… quanto…”
      She is as tall as Julia.
      (Ela é tão alta quanto a Julia)

      Na estrutura “as many times as”, você tem uma expressão que se vale do formato do comparativo – por isso, precisa usar “as” duas vezes. Assim, fica clara a ideia de que o número de vezes é igual ao que se tem necessidade:
      We will help you as many times as you need.
      He will write this as many times as you ask.

      Esperamos que isso ajude!

  21. o quarto caso para mim é muito semelhante. Duração e início e o fim de um período. alguém pode me explicar?

    1. Olá, Gleyce,

      Usamos “to” para falar que algo aconteceu de determinado momento até outro:
      From June to September, it is winter.
      Perceba que “to” está entre o começo e o fim do período.

      “For”, por outro lado, mostra a duração, não fala do começo e do fim:
      Winter lasts for 4 months.

      Entendeu a diferença? Esperamos que isso ajude!

    2. Usando o exemplo do texto: se você fala “from 8 pm to 9 pm” (das 8 às 9), usa o “to” porque está dizendo “de tal hora até tal hora”. Se falasse a duração do ocorrido, que seria 1h, diria “for one hour” (por uma hora).

  22. Ajudou muito! Mas ainda tenho dúvida em como usar numa frase em substuição ao “em”. Ex. Ninguém acredita no que ela fez em mim! (uma ação exs: me agarrou, bateu ou humilhou…). No one believes what she did (to ou for) me!

    1. Ajudou muito, obrigado! Achei que seria bom perguntar porque também é um caso diferente de uso do to e for partindo da tradução de “em”. Valeu!!!

  23. Oh Gosh, what a wonderful work! Congratz!
    I’ve been always in doubt about those two. Thanks a lot!

  24. E a frase: “The project to creation of an Organic Food’s site sale online is running behind schedule”, está correta?

  25. Olá! Eu tenho uma dúvida. Quanto eu peço pra alguém chamar a policia porque eu vi um ladrão roubando uma loja eu digo ‘call the police to him’ ou ‘for him’? Acho que esse é o mesmo caso motivo/propósito, mas mesmo assim eu não consegui entender qual preposição eu devo usar. Se eu usar ‘for’ dá a sensação de que a policia está sendo chamada em benefício do ladrão.

    1. Aah sim! Com certeza muito melhor! Não tinha pensado dessa forma. Mas numa situação onde a língua está sendo usada de forma coloquial, redutiva ou até de desespero. Será que há a possibilidade do verbo get ser suprimido?

      1. Entendi! Obrigado pelas ótimas dicas! Tudo ficou mais claro pra mim.

  26. Na frase “I will get you some coffe”, posso substituir o “will get” por “am going to get to? Se n, gostaria q me explicassem pq, pois o to está antes do verbo no infinitivo como está na explicação, obg desde já

    1. Obrigado pela resposta.. Então.. I am going go to get TO you some coffe está errado certo? O correto seria I am going to get you some coffee.. Era isso q eu qria saber.. De novo, muito obrigado e parabéns, minha pergunta n demorou nem um dia pra ser respondida ^^

  27. Hey, what’s up?
    I’d like to know if I can use than to compare two things as the example you used at this post.
    “I prefer going to the movies to staying at home” / “I prefer going to the movies than staying at home”.

    1. Caraca… me ajudou tb! hahahahaha. Na hora que eu li, eu fiz a mesma pergunta que você! Malditas exceções! haha

  28. Qual está correto e por quê?

    “But it is special to me.” ou “But it is special for me.”

    1. Iamaral, ambas estão certas, com uma leve diferença:
      > special to: é porque é algo a que você da valor
      > special for: é porque é algo que será feito por você, que te ajuda ou de que você precisa de alguma forma.

      Esperamos que isso ajude!

  29. I love the English, he is much perfect, more I don’t know very English, more I am learning English for internet

    Translator can use for see if are correct the English, ?

    Or better not to use a translator?

    1. Hello!
      Using automated translators is not very good, as this will make you think in Portuguese and, ideally, you’d start thinking in English to learn the language.
      As you say you don’t know a lot of English, maybe check a word or two, but not entire sentences, ok?

      1. Thank you my friend, this goes help much ??

        Em 26 de jan de 2017 7:21 AM, “Disqus” escreveu:

  30. No caso, para preposição + sujeito
    Quando eu usaria AT/ON/IN + Sujeito
    Por exemplo: When I Look At You
    Por que “AT”?
    Por que não “on” “to” “in” “for” ?

    1. Olá!
      No seu exemplo, não temos “preposição + sujeito”, e sim, “preposição + objeto”. E quem manda na preposição nestes casos é o verbo. A regra do verbo “look”, quando quer dizer “olhar”, é usar “at”.
      Esperamos que isso ajude!

  31. Olá. Eu gostaria de entender casos mais específicos e suas diferenças, como por exemplo, nas músicas ” Hard FOR me to say i’m sorry” da banda Chicago e “Love of my life” do Queen, no trecho que diz “what It means TO me”. Pq no primeiro caso é FOR e no segundo é TO? Qual a diferença entre ambas?

    1. Olá, Alberto,
      A diferença, nestes casos, está mais com a palavra anterior: quando algo é “hard”, é “hard for (alguém)” ou “hard to (fazer algo)”. Já “means”, é sempre “to”. Esperamos que isso ajude!

  32. Obrigada pela partilha! E qual é o certo: be an angel TO someone ou FOR someone?

    1. Oi, Ana,
      Os dois estão certos, com sutis diferenças.
      Para dizer que você é um anjo em benefício do outro, “an angel for someone”. Agora, se é porque algo que você faz vai ser transferido para o outro ou pelo significado que isso tem para o outro, “an angel to someone”.
      Isso ajuda?

  33. Numa frase com preposições omitidas, como posso saber quais as que estão omitidas e qual o significado da frase?
    Exemplo.
    One batch release declaration.

    1. Olá, Ricardo,
      O significado da frase depende mesmo do contexto. Cada frase vai ter um sentido. É muito raro simplesmente suprimir uma preposição. Em geral, o que seria “of” para dar qualidade a algo (house of bricks) acaba virando um único adjetivo (brick house) e, daí, a preposição se torna desnecessária.
      Sobre seu exemplo, acreditamos que poderia ser “declaration of release” que se tornou “release declaration” – em vez de uma locução adjetiva (of release), passamos a ter um único adjetivo. Via de regra, o significado não se altera.
      Esperamos que isso ajude!

  34. A expressão: Esperando aprovação interna para enviar proposta para o cliente, estaria correto escrever:
    Waiting internal approve to send offer to customer, estou na duvida em se devo utilizar “to customer” or “for customer”
    Antecipadamente agradeço o suporte.

    1. Olá, Eurico,
      Pode usar “to” neste caso, mas podemos dar mais um palpite?
      Waiting for internal approval to send offer to customer.

      Esperamos que isso ajude!

  35. “She called to talk to you ” > Fiquei com duvida nesse segundo ” to” … To talk TO you. A tradução desse fica ” com ” poderia ser “with” ao invés desse” to” ?

    1. Olá, Maria Alice,
      Tente não pensar em tradução, especialmente com preposições, porque elas são definidas mais por regras do que por significados. No caso de “talk”, ele aceita as duas preposições: tanto “to” quanto “with”, está bem?
      Esperamos que isso ajude!

      1. Muito Obrigada. Estou começando a estudar inglês em casa sozinha. Então seu site está me ajudando demais. Muito Obrigada por tirar minha dívida.

  36. Hi!
    It´s funny that I already knew how to use “to” or “for” in some of these situations, but I didn´t know these “rules” (are they rules, after all?)
    But, FOR me, it´s a good guide, because the english students usually have these doubts.

    Bye! Good afternoon TO you all!

  37. Hello! 🙂
    Gostaria de saber porque o correto é: “I go home” e não “I go to home”, uma vez que eu estou me movimentando em direção à casa.

  38. Olá! Achei incríveis as dicas, mas ainda fiquei com dúvida em um caso que encontrei. Quando falamos “It means a lot to her”, em qual dos casos se encaixa esse to?

    1. Oi, Fernanda,
      No quadro, temos os principais motivos para usar “to” e “for”, mas não todos. Podemos imaginar que, nesse caso, pode ser como um presente para ela, por significar tanto. Mas, em alguns casos, usaremos “to” ou “for” por convenção mesmo, sem um motivo específico. Preposições têm dessas coisas. O mais importante, porém: você sabe que, no seu exemplo, usa-se o “to” 🙂

  39. Para tentar dirimir uma dúvida cai na tentação e usei um tradutor online.

    Queria traduzir a seguinte sentença: “Para trabalhar, eu uso camisa e calça social”.

    Pelas regras aqui apresentadas eu estava esperando que a resposta do tradutor seria: “To work,…”, mas a resposta foi: “For work,…”

    Quem está certo???

    1. Alexandre, olá!
      Como work pode ser tanto verbo quanto substantivo, ambas estão corretas 🙂 Esperamos que isso ajude!

    1. Olá, Douglas,
      O certo é com “to”: I like to wash dishes”.
      Esperamos que isso ajude!

  40. E no caso da frase “Thanks for showing love to/for Brazil” ! Qual a preposição certa? Obrigado !

  41. O seu propósito é o Brasil, é algo que você dá para nosso país. Assim, use “for”, está bem?
    “Thank for showing love for Brazil”

  42. Olá e PARABÉNS!
    Tenho sempre muita dificuldade com o uso das preposições em inglês e tanto assim que mesmo depois de ter lido tudo com atenção ainda ficou uma dúvida: deve dizer-se “tour for Maria and João” ou “tour to Maria and João”??
    E muito obrigada por este Fantástico Blog!

    1. Olá, Helena,
      Como é algo que será feito para eles, pode usar “for”.
      Esperamos que isso ajude 🙂

  43. Se eu disser: para algumas pessoas é mais difícil, para outras é menos; está certo traduzir como: for some it’s harder, for others not so much ?

  44. Qual a diferença entre o “to” e o “than” já que os dois podem ser usados para comparar algo?

  45. Simplesmente amei. You all of this site are wonderful. Estou aprendendo bastante e em conjunto com meu curso de inglês está sendo uma experiência maravilhosa. Simplesmente obrigado!

  46. Esta certo dizer: “Waithing for an answer”?
    I’m waithing for/to an answer.

    1. Olá, Natália, a construção é essa, só precisa tomar cuidado com a grafia, está bem? I’m waiting for an answer. Esperamos que isso ajude! 🙂

  47. He (ask, asks, ou asked?) to me go if possible to the meeting for him.

    Eu não sei usar nesse caso o verbo to ask

    1. Depende do tempo verbal que você quer. Se for no presente, “asks”: He asks me if it is possible to go to the meeting in his place. (Ele me pergunta se é possível eu ir à reunião no lugar dele.)

      Se for no passado, “asked”: He asked me if it was possible to go to the meeting in his place. (Ele me pergunta se era possível eu ir à reunião no lugar dele.)

    1. Oi, Wagner! Isso porque nessa frase, a estrutura é going + verbo no infinitivo (não é a preposição “to”!) 😉

    1. Hey, Raphaela! Nesse exemplo, use “to”, “one more to my collection” 😉

Deixe um comentário!

Seu e-mail não será publicado. Os campos marcados são obrigatórios