Inversão em inglês: acontece sem ser pergunta?

Invertido

Já vimos por aqui que, quando fazemos uma pergunta em inglês, temos que ter um verbo auxiliar na frente do sujeito, certo?

Do you have a pen?
(Você tem uma caneta?)

Is he here?
(Ele está aqui?)

Quando estamos aprendendo, esta é a principal situação em que isso acontece. Porém, conforme nosso inglês melhora, vamos ampliando nosso repertório e acabamos nos deparando com uma segunda situação: o auxiliar na frente do verbo em frases que não são perguntas.

Hardly do I miss work.
(Eu jamais falto ao trabalho.)

Mas, se não é pergunta, por que temos uma inversão? Por que tem um auxiliar na frente do sujeito? A resposta é: para dar ênfase ao que estamos dizendo. É um recurso que dá certa dramaticidade à frase. Então, cuidado para não exagerar no uso 🙂

Quando e como usamos esse tipo de inversão?

Um uso desta construção é quando um advérbio negativo ou restritivo modificar uma oração inteira e for passado para frente dela, levando, com ele, um verbo auxiliar de pergunta a tiracolo. Vamos ver na prática. Imagine a frase “Nós raramente saímos na segunda”.

ORDEM NORMAL

SUJEITOADVÉRBIOVERBORESTO DA FRASE
Weseldomgo outon Monday.

ORDEM INVERTIDA

ADVÉRBIOAUXILIARSUJEITOVERBORESTO DA FRASE
Seldomdowego outon Monday.

A segunda frase é mais dramática, apesar de ter a mesma mensagem. No primeiro caso, a pessoa só informa que eles raramente saem às segundas. Na segunda, é como se a pessoa se defendesse, por exemplo, de uma “acusação” por sair demais ou ser baladeiro. Dá para entender a diferença?

Veja outros exemplos e perceba que o auxiliar que vai para frente do sujeito varia, como de costume, com o tempo verbal da frase. Ah, e você lembra que, quando usamos o passado e aparece did na pergunta, o verbo volta à sua forma de base (sem ser no passado)? Então, note isso também nas inversões:

ORDEM NORMAL

SUJEITOADVÉRBIOVERBORESTO DA FRASE
The manhardlyleft the house that summer.

ORDEM INVERTIDA

ADVÉRBIOAUXILIARSUJEITOVERBORESTO DA FRASE
Hardlydidthe manleave the house that summer.

ORDEM NORMAL

SUJEITOADVÉRBIOVERBORESTO DA FRASE
I’llnevereatthere again.

ORDEM INVERTIDA

ADVÉRBIOAUXILIARSUJEITOVERBORESTO DA FRASE
NeverwillIeatthere again.

Outro momento possível de usar inversões para dar um ar mais teatral à frase é com as terceiras condicionais em inglês (aquelas que formulam hipóteses para algo que já aconteceu e não tem mais correção, sabe?). Aí, a inversão também substitui o if. Olhe só:

ORDEM NORMAL

IFSUJEITOHAD + PARTICÍPIORESTO DA CONDIÇÃOORAÇÃO COM CONSEQUÊNCIA
Ifher friendshad beenhere,this wouldn’t have happened.

ORDEM INVERTIDA

HAD (AUXILIAR)SUJEITOPARTICÍPIORESTO DA CONDIÇÃOORAÇÃO COM CONSEQUÊNCIA
Hadher friendsbeenhere,this wouldn’t have happened.

Entendeu? Mais um exemplo com essa condicional para fixar bem:

ORDEM NORMAL

IFSUJEITOHAD + PARTICÍPIORESTO DA CONDIÇÃOORAÇÃO COM CONSEQUÊNCIA
Ifyouhad listenedto me,you would not have been lost.

ORDEM INVERTIDA

HAD (AUXILIAR)SUJEITOPARTICÍPIORESTO DA CONDIÇÃOORAÇÃO COM CONSEQUÊNCIA
Hadyoulistenedto me,you would not have been lost.

E agora, vamos treinar? Tente passar uma das frases a seguir para a ordem invertida e deixe sua resposta nos comentários. Ou, se preferir, crie uma frase completamente nova!

  • Our kids rarely misbehave.

  • If they had left sooner, they would have gotten to the airport in time.

  • She has never traveled alone.

  • If the students had been prepared, the test would have been easy.

1. Rarely do our kids misbehave / 2. Had they left sooner, they would… / 3. Never has she traveled alone / 4. Had the students been prepared, the test…

Escrito por Vanessa Spirandeo.

EF English Live

A English Live faz parte do grupo Education First e é a maior escola de inglês online do mundo, criada em 1996. São mais de 100 mil alunos só no Brasil.

Você também pode gostar desses artigos

27 comments

    1. Oi, Clarissa!
      A ideia é a mesma 🙂 Gramaticalmente falando, não há muitos registros formais de inversão sem o advérbio, mas a estrutura final e a ideia de ênfase são iguais.

  1. Hello, teacher! How are you doing? I hope you’re great!

    So, recently, just popped out a thing from my mind which got me in a huge doubt, here it is:

    I’ve learnt, at course, that after expressions like “only after, under no circumstances, nothing, rarely” and so on… We must invert the gramatical order of the verb to be (and modal verbs?), for instance:

    >> Only after am I sure about something, I say it out loud.

    In a nutshell, I just want to know if there’re other possibilities for me to use them, I mean, can I use this “resource” with “do, does, have, has, should, ought, may, might, verbs to be etc.)?

    Thank you very much!

    I’m looking forward to hearing from you 🙂

    Take care.

    1. Hi, Joao,
      You can use this resource with any auxiliary verb – to be / do & does / did / modals. It is important, however, to notice that you don’t HAVE to use it, ok? Not even with the expressions you mentioned.

      About your example: “only after”, it states a condition. The sentence AFTER IT is the one that suffers the inversion:
      >> Only after I am sure, **do I** say something about it.

      About the other ones you mentioned, here are a couple of examples to help out:
      >> Under no circumstances should you leave the room without permission.
      >> Rarely have I seen such a beautiful skyline.

      We hope this helps 🙂

  2. 1- Rarely do our kids misbehave!
    2- Had they left sooner, they would have gotten to airport in time.
    3- Never she has traveled alone.
    4- Has the students been prepared, the test would have been easy.

    1. Olá, Caroline,
      Sua primeira opção: What colour is your bag?
      Esperamos que isso ajude!

  3. Would they have gotten to the airport in time if they left sooner.

    It’s right, teacher?

    1. Na verdade, a inversão se daria na parte do “if”: Had they left sooner, they would have gotten to the airport in time.

    1. José, sugerimos revisar sua frase, ela não faz muito sentido.
      Um exemplo nosso para ajudar: Had they eaten in the afternoon, they wouldn’t have felt hungry at night.

  4. Had they eaten in the afternoon so they only will have lunch at night because they will be hungry.

    1. José, ainda não faz muito sentido. Quando você inverte em “had they eaten”, forma uma espécie de condicional, que tem que ser seguida de consequência, está bem?

  5. 01.06.19 – 11: am
    Had they eaten in the afternoon so they only will have lunch at night because they will be hungry.

    Eles comeram à tarde, por conseguinte eles só vão lanchar à noite porque vão estar com fome.

    1. José, não somos a favor de tradução, mas vamos lá:
      “Had they eaten” significa “se eles tivessem comido”, entende? Como dissemos a você em comentário anterior, quando você usa essa estrutura, usa a terceira condicional – o “had” na frente, com inversão de past perfect, tem sentido de frase com “if”. Por isso que sua construção não faz sentido.
      Para dizer “Eles comeram à tarde, por conseguinte eles só vão lanchar à noite porque vão estar com fome”, não há por que usar inversão. Seria: They ate in the afternoon, so they’ll only eat something at night, because they’ll be hungry.
      Esperamos que isso esclareça!

  6. I just wrong when I wrote in portuguese “Eles comeram à tarde …” daí sua correção e confusão, veja:

    Had they eaten in the afternoon, so they only will have eat at night, because they’ll be hungry.
    Se eles tivessem comido à tarde, por conseguinte eles só vão comer à noite, porque vão estar com fome.

    1. José, essa frase não faz muito sentido em português, não é comum falarmos assim. Logo, em inglês, também acaba sendo incomum – há uma quebra de lógica, entende?

  7. Had they left sooner, they would have gotten tickts to theater.

    It’s right teacher?

    1. Hi, José! Did you mean “theather” as “peça de teatro”? Então, fica assim:

      “Had they left sooner, they would have gotten tickets for the play.” 🙂

Deixe um comentário!

Seu e-mail não será publicado. Os campos marcados são obrigatórios