tempo verbal em inglês presente

Verbos em inglês: o presente

17/11/2014

Sempre que montamos uma frase em inglês, seguimos normalmente uma ordem dos termos para que ela seja compreensível. Essa ordem costuma ser: sujeito – verbo – complemento. O verbo determina o tempo em que uma ação aconteceu. Então, se queremos falar sobre o que aconteceu na semana passada, usamos o passado em inglês; se falarmos sobre planos, por exemplo, o tempo correto é o futuro em inglês. Hoje, vamos aprender um pouco mais sobre o simple present – presente em inglês -, tempo verbal que descreve hábitos, acontecimentos e ações que estão acontecendo no momento da fala, ou seja, agora. (Para saber mais, baixe grátis o nosso guia sobre tempos verbais em inglês)

Para construir uma frase no presente em inglês, devemos seguir a seguinte estrutura:
Sujeito + verbo no infinitivo (sem “to”) + complementos
They stay at home every Friday.
(Eles ficam em casa toda sexta-feira.)

Note que, no exemplo, o verbo to stay não sofre nenhuma alteração, isto é, ele permanece no infinitivo. Porém, isso muda de acordo com a pessoa que acompanha o verbo. Caso trocássemos “they” por “she” (ela), por exemplo, a frase ficaria assim:
She stays at home every Friday.

Isso quer dizer que, com a terceira pessoa do singular (“he” (ele), “she” (ela) e “it” – ou equivalentes), o verbo no presente em inglês deve ter um “–s” ao final para a conjugação. Então:
When he arrives, please tell us.
(Quando ela chegar, por favor, nos avise.)

Para a maioria dos verbos, basta acrescentarmos o “-s” e ele já estará conjugado, porém, existem algumas exceções. Os verbos que terminam em -ss, -sh, -ch, -x, -z e -o são acrescidos de “-es”. Exemplo:
He watches the news at home.
(Ele assiste ao noticiário em casa.)
This shirt (it) goes well with your black trousers.
(Essa camisa combina com a sua calça preta.)

Há mais uma regra que pode ser confusa, mas é bem simples: se o verbo terminar com “-y” e antes dele tiver uma consoante, trocamos o “–y” por “-ies”.
He never tries to arrive on time at work.
(Ele nunca tenta chegar na hora no trabalho.)
It’s so sad when she cries at that scene.
(É tão triste quando ela chora naquela cena.)

Uma exceção é o verbo “to have” (ter), que, na terceira pessoa do singular, é “has”.
Diana problably has the document you’re looking for.
(Diana provavelmente tem o documento que você está procurando.)

Frases interrogativas e negativas

Como sempre, para criar uma frase negativa em inglês, usamos o auxilar + not – pode ser com o verbo to be ou do + not = don’t e does + not = doesn’t com os demais verbos.

Para o verbo To be:
They aren’t (are + not) here today.
(Eles não estão aqui hoje.)

Outros verbos:
We don’t talk like everybody else here, we have a pretty strong accent.
(Não falamos como todo mundo aqui, temos um sotaque bem forte.)
She doesn’t dance because she is shy.
(Ela não dança, porque é tímida.)

Note que, na última frase, o auxiliar da negativa já está na terceira pessoa com “does”, assim, não é necessário alterar o verbo também!

Agora, para fazer perguntas, colocamos o auxiliar na frente da pessoa – pode ser direto o verbo to be, novamente, ou “do” e “does” para os outros verbos no início da pergunta – e o verbo não precisa ser conjugado, permanece no infinitivo sem o “to”.
Do they know it’s time to go?
(Eles sabem que está na hora de ir?)
Does she eat meat?
(Ela come carne?)

E então, aprendeu como falar no presente em inglês? Aproveite a chance e mande uma pergunta para a gente, mas tem que ser em inglês e no presente!

Sarah Oliveira

Criadora de conteúdo e amante das letras, estudo na USP e sonho com o mundo: conhecer novos lugares, pessoas e trocar experiências. O inglês é uma paixão desde criança e é através de outros amores, como literatura, música e filmes, que aprendo cada dia mais.
Sarah Oliveira