Músicas em inglês: The Beatles

Que muitas pessoas têm seu primeiro contato com o inglês através de músicas e filmes, já sabemos. Mas, além de ter esse contato, é importante usar desses meios para, de fato, aprender a língua. Nada como uma música que “sticks in your mind” (gruda na cabeça) para aprender algumas expressões e palavras em inglês, e até mesmo compreender o funcionamento da língua.

Para mostrar como a música pode ajudar você no aprendizado do inglês, fizemos uma seleção de uma das maiores bandas de rock de todos os tempos: The Beatles. Com estas músicas, vamos ver alguns tempos verbais que são recorrentes na língua. Por possuírem letras de fácil entendimento, com a abordagem de diversos temas e vocabulário, os Beatles são muito usados para o ensino do inglês.

Comecemos com o Simple Present em uma conhecida música do quarteto inglês: “I want to hold your hand”. Existe nela a predominância do tempo verbal no presente desde o título da canção, que diz “Eu quero segurar sua mão”. Outro exemplo é a seguinte frase: “when I touch you I feel happy inside” – os verbos “touch” e “feel” estão no tempo presente, e significam “tocar” e “sentir”. Portanto, para usar o presente no inglês, a maneira correta é usando o verbo na sua forma original (com “I”, “you”, “we” e “they”).

E o passado, sabe como usar? Observe os dois primeiros versos dessa música:
Asked a girl what she wanted to be
She said, “Baby, can’t you see?”

Sabe de qual música esses versos são? A resposta correta é “Drive my car”. Com esses versos podemos aprender um pouco sobre o Past Simple, que é o tempo pretérito no inglês. Nessa categoria, os verbos são dividos em regulares e irregulares. Na música, encontramos o uso dos dois tipos. Para exemplificar os regulares, que são aqueles com acréscimo de “–ed” ao final, temos “want” (querer), que, no verso, foi usado como “wanted”. E um exemplo de verbo irregular é “say” (dizer), usado como “said” (essa conjugação está presente em uma lista de verbos irregulares para consulta).

Para finalizar, vamos aumentar um pouco a dificuldade. Falaremos sobre o Present Perfect, o tempo verbal que cria muitas dúvidas em quem está aprendendo inglês. E nada melhor do que aprender com uma música que tem “hard” (difícil) no título.

A música é “A hard day’s night” e fala sobre um dia difícil de trabalho, o que todo mundo sabe como é. A diferença é que eles não usam o “simple present” para dizer que o trabalho não é fácil, mas sim um tempo verbal que indica uma ação que foi iniciada e continua (pelo menos, em efeito). Ou seja, a música acontece enquanto ainda há o descontentamento, por isso, o uso de “It’s been a hard day’s night…”. E, se você acha que a contração em “It’s been” é com o verbo “to be”, errou. Ela é a contração do verbo “to have” na terceira pessoa do singular, ou seja: It has been a hard day’s night.

O uso do “has/have + been” é uma construção do Present Perfect, e esse um dos sentidos que esse tempo verbal indica. Ao ouvir a música e entender o significado, fica mais fácil relacionar e escolher o melhor tempo verbal na hora de conversar.

Esquecemos sua música preferida dos Beatles? Conte para a gente nos comentários qual é esta música e o que você aprendeu com ela.

Escrito por Sarah Oliveira

Sarah Oliveira

A Sarah é estudante de Letras pela Universidade de São Paulo e assistente de conteúdo da EF Englishtown. Seu interesse por inglês vem desde criança, quando escolhia assistir aos filmes legendados para aprender palavras e expressões novas.
Decidiu estudar Letras, pois é fascinada pela cultura britânica, americana e mundial, e nada melhor do que o inglês para ter um contato profundo com diferentes literaturas e artes.

Você também pode gostar desses artigos

3 comments

Deixe um comentário!

Seu e-mail não será publicado. Os campos marcados são obrigatórios