Inglês básico: o famoso verbo “to be”

"I'm New"

O verbo to be é famoso! A maioria das pessoas que aprendem inglês costuma começar por ele. E por um motivo simples: como ele significa “ser” e “estar”, ajuda no básico da comunicação no idioma.

Por outro lado, ele também é um dos verbos mais complicados. Em português, todos os verbos são conjugados – ou seja, variam de pessoa para pessoa. Em inglês, não. O verbo mais conjugado to be varia de pessoa para pessoa no presente e no passado, mas é uma exceção. E, ao contrário do que diz minha mãe, que é professora de matemática, não é nada de “eu ‘tobeos’, tu ‘tobeas’, ele ‘tobea’…”, hein?

As pessoas (pronomes pessoais) em inglês são, no singular: I, you, he, she, it (eu, você, ele, ela, ele/ela para o que não é pessoa). No plural: we, you, they (nós, vocês, eles/elas). Agora, vamos ver como fica o to be para cada um desses pronomes:

PRONOME PESSOALPRESENTEPASSADO
1ª pessoa do singular – II amI was
2ª pessoa do singular – youyou areyou were
3ª pessoa do singular – he, she ou ithe/she/it ishe/she/it was
1ª pessoa do plural – wewe arewe were
2ª pessoa do plural – youyou areyou were
3ª pessoa do plural – theythey arethey were

Temos alguns exemplos para ajudar:
I am very happy to be here.
(Estou muito feliz por estar aqui)
Yesterday she was at school.
(Ontem, ela estava na escola.)
They are from Italy.
(Eles são da Itália)
Last night, it was very dark.
(Ontem à noite, estava muito escuro)

Quando se fala de maneira informal, o verbo to be pode ser contraído (assim como fazemos quando usamos ao invés de está, por exemplo):
I am > I’m
you are > you’re
he is > he’s
she is > she’s
it is > it’s
we are > we’re
they are > they’re

Na negativa, podemos só acrescentar not ou contrair:
are not = aren’t
is not = isn’t
were not = weren’t
was not = wasn’t

Paul is not at work.
(Paul não está no trabalho)
Last year my brother and I weren’t in Bali.
(Ano passado, meu irmão e eu não estávamos em Bali.)
I’m not in the mood to read.
(Não estou no clima para ler)
I know you weren’t a kid then.
(Sei que você não era uma criança na época)

Nas perguntas em inglês, temos que colocar um auxiliar na frente da pessoa (do sujeito da frase) para indicar a interrogativa. No caso do verbo to be, no presente e no passado, ele não tem auxiliar, o próprio verbo vai para a frente:
Are the girls together?
(As meninas estão juntas?)
When were you there?
(Quando vocês estiveram lá?)
What is it?
(O que é isso?)

E aí, o verbo to be ficou mais fácil? Deixe uma frase no presente ou uma no passado para treinar!

Quer mais um tempinho para assimilar? Temos um vídeo para você:

 

E, agora, um resumão, para você guardar ou até mesmo compartilhar no seu blog 🙂

resumo sobre o uso do verbo to be

Copie o código abaixo para compartilhar este infográfico no seu site – e, por favor, lembre-se de nos dar o crédito pela imagem 😉

 

Que tal conferir outros posts aqui no blog? Veja:

Como dizer as horas em inglês

Gramática em inglês: quando usar ‘a’ ou ‘an’

EF English Live

A English Live faz parte do grupo Education First e é a maior escola de inglês online do mundo, criada em 1996. São mais de 100 mil alunos só no Brasil.

Você também pode gostar desses artigos

73 comments

  1. Parabéns pelo conteúdo, estou estudando inglês sempre e gosto de acompanhar blogs sérios que entregam conteúdo de valor, assim como esse!

    Amo estudar inglês e minha meta é chegar a fluência, enquanto isso não acontecer, não ficarei tranquilo!

  2. I want learn speak English!
    I was one person that speak Portuguese, only.

    1. Olá, Nicoly,
      A gramática está certinha, precisa apenas deixar o “I” (eu) em letra maiúscula, está bem? Mesmo no meio da frase.
      I was sad, now I’m happy.

      Esperamos que isso ajude!

    1. Olá, Mackson,
      Nesse contexto, “upstairs” é um advérbio, portanto, ele não precisa da preposição. E o verbo “to be” é necessário entre o sujeito e o verbo com “ing”. Então, fica assim:
      I’m going upstairs.
      Esperamos que isso ajude!

  3. I’AM JONES. ESTÁ NA FORMA: (a) afirmativa, (b)negativa, (c)interrogativa, (d) nenhuma das opções???

  4. ”I don’t know why my sister, have a blue eyes(eyesblue) and I not” qual o erro desta frase professor?

    1. Olá, Alex,
      Os erros dessa frase são os seguintes:
      > A vírgula entre o sujeito e o verbo, que não pode existir
      > o verbo “have”, com a terceira pessoa do singular (sister = she), vira “has”
      > “eyes” é plural, então, a gente não usa “a”, porque “a” significa “uma”
      > para dizer “eu não” em inglês, a gente usa o auxiliar do verbo em vez de só “not” – no caso da sua frase, que é presente simples, o auxiliar é “do”

      A frase fica assim: I don’t know why my sister has blue eyes and I don’t.

      Esperamos que isso ajude!

  5. Bro Help-me!
    I am not speak English – Errei algo ?
    My name’s Murillo, My Full name’s Murillo de Araujo. how do I learn English more easily?

    1. You don’t speak English, Murillo? Veio ao lugar certo! 🙂
      Para aprender, continue interagindo com o idioma de todas as formas que puder, está bem?
      Reveja sua primeira frase também (I don’t speak…)
      Esperamos que isso ajude!

  6. This saite is very good now I’m learning very good English.
    this saite is very good now I’m learning very good English even now at school I’m very angry

    1. Olá, Thiago,
      Que bom que gostou de nosso site 🙂
      Mas por que está “angry”? Podemos ajudar?

  7. 2ª pessoa do singular – you you are you were
    Qual é a diferença dos dois é o mesmo pronome por que um esta no singular e o outro no plural.
    2ª pessoa do plural – you you are you were

    1. Oi, Jonatas, a grafia é igual, mas um é singular, outro é plural (você/vocês). Você vai entender pelo contexto.
      Esperamos que isso ajude!

    1. Olá, Gleice,
      Sujeito é quem ou o que realiza o verbo, certo? Então, qualquer pessoa ou objeto pode ser um sujeito. Onde temos, na tabela, “pronomes”, temos uma generalização do que podem ser os sujeitos. “It”, por exemplo, é acompanhado de “is”. Mas pode ser substituído por “the book”. Assim,há uma infinidade de sujeitos possíveis 🙂 Falando em linhas gerais, com pronomes, temos:
      I am
      you are
      he/she/it is
      we are
      they are
      Esperamos que isso ajude!

  8. That’s video is awesome, I congratulete you for such approaching of this so basic subject. Everyone who learn English school usually tell that the verb “To Be” is the only or the majoritary subject since elementary school. Even though, how much of them really know not only conjugate but also to apply rightly in all everyday situations? It is a delicated problem that comes out as a challenge for English teaching in Brazil.

  9. Estava escrevendo um texto simples em inglês em que em uma das partes eu tinha que fazer uma introdução falando sobre mim, pedi para um colega meu ver se encontrava alguns erros para que eu pudesse arrumar, depois de ler ele disse que eu estava usando muito I’m e I am e que eu poderia falar am I 24 years old para não ficar repetitivo, achei um pouco estranho pois não era no sentido interrogativo e sim afirmativo, mas mesmo assim ele disse que nesse caso poderia, mas que não sabia explicar o porquê

    1. Oi, Lucas!
      Seu amigo pode estar se referindo a uma maneira informal de falar, mais comum em dialetos locais. Mas em um texto ou em um contexto mais formal, não use! O correto é I’m ou I am – e é possível evitar a repetição com a reconstrução da frase. Em uma redação de escola, por exemplo, essa escolha teria tirado pontos do seu trabalho. Na dúvida, vá com a forma correta. 🙂

  10. Nos exemplos não está incluído a 1ª pessoa do singular do verbo To be na negativa.

    Seria como a contração de “I am not”?

    1. Olá, José,
      “Am” não faz contração com “not”, então, só “I’m not” mesmo.

  11. Eu me lembro que existe exemplo, publicado neste curso, de uma contração

    aplicada aos verbos to be e to have para diversas oportunidades entre elas está o I am not.

    1. Existe uma contração informal e fora da norma culta, “ain’t”, que serve para mais do que “am not”. Porém, não existe outra forma além dela – nada gramaticalmente correto. Se encontrar o exemplo de que nos fala, é só nos mandar, está bem?

  12. No “O Black English” post deste Blog (que não é o post mais específico, porque não é o que procuramos) é usado
    no inglês africano a expressão “AIN’T” para as formas am not, aren”t ou isn’t. Aqui, por exemplo não entrou em detalhes
    outras formas do verbo to be e as do verbo to have, que no post que estamos procurando consta.

  13. Olá, tenho uma dúvida que não estou conseguindo encontrar em lugar nenhum. Quando usamos um verbo comum temos os Objetos Diretos e Indiretos dessa ação, mas quando usamos o Verbo To Be, existem os objetos? Você poderia dar exemplos pra eu entender melhor a estrutura base da frase com o be?

    1. Olá, Fernanda, tudo bem?
      O verbo “to be” não é transitivo, porque é um verbo existencial, não de ação – ou seja, ele é intransitivo, e o que o acompanha não é um objeto (nem direto, nem indireto).

  14. Eu encontrei, com respeito ao comentário de 08.1.19, 08:22 h da Equipe E. Live. O assunto está em “Contrações em Inglês”
    e contempla AIN’T como contração para AM NOT, ARE NOT, IS NOT, HAVE NOT e HAS NOT.
    No caso citado não diz que AIN’T é informal, nem fora da forma culta, está sòmente lá exemplificado.

  15. Mas aqui não é “Faculty”. Aqui estudamos as formas tanto informais quanto cultas do inglês, não é necessàriamente
    um inglês culto. O inglês, assim como o português, com o passar do tempo adaptam formas informais ao seu “status” culto.

    1. Hey, Mariana! O correto seria “They are students”, pois “student” (estudante) é um substantivo contável, por isso, pode ir ao plural 🙂

    1. We’re glad to hear that, Marco Aurélio 😀
      Ah, uma dica! Para indicar “até então”, use “until now”, pois “until then” indica o futuro, “até lá” 🙂

Deixe um comentário!

Seu e-mail não será publicado. Os campos marcados são obrigatórios