Expressões em inglês usadas no dia a dia

19/06/2015

Usar expressões em um idioma mostra que você tem domínio sobre aquela língua. Aqui, temos 15 expressões idiomáticas comuns em inglês para enriquecer seu vocabulário e fazer com que você pareça um nativo ao falar inglês.

  1. ‘The best of both worlds’ – o melhor de duas oportunidades diferentes ao mesmo tempo. Ex.: “By working part-time and looking after her kids two days a week she managed to get the best of both worlds.” (Trabalhando meio período e cuidando dos filhos duas vezes por semana, ela conseguiu ter o melhor dos dois mundos.)
  2. Ouça a pronúncia:

  3. ‘Speak of the devil’ – é igual ao que dizemos em português, “falar do diabo”. Significa que você está falando de alguém e esta pessoa aparece naquela hora. Ex.: “Hi, Tom, speak of the devil, I was just telling Sara about your new car.” (Oi, Tom! Falando do diabo, eu estava contando para a Sara sobre seu carro novo.)
  4. Ouça a pronúncia:

  5. ‘See eye to eye’ – concordar com alguém. Ex.: “They finally saw eye to eye on the business deal.” (Eles finalmente chegaram a um acordo para o negócio.)
  6. Ouça a pronúncia:

  7. ‘Once in a blue moon’ – algo raríssimo. Ex.: “I only go to the cinema once in a blue moon.” (Vou ao cinema de vez em nunca.)
  8. Ouça a pronúncia:

  9. ‘When pigs fly’ – algo que nunca vai acontecer. Ex.: “ When pigs fly she’ll tidy up her room.” (No dia de São Nunca, ela vai arrumar o quarto dela.)
  10. Ouça a pronúncia:

  11. ‘To cost an arm and a leg’ – algo muito caro, que custa os olhos da cara. Ex.: “Fuel these days costs an arm and a leg.” (Combustível ultimamente custa os olhos da cara.)
  12. Ouça a pronúncia:

  13. ‘A piece of cake’ – algo muito fácil. Ex.: “The English test was a piece of cake.” (A prova de inglês foi moleza.)
  14. Ouça a pronuncia:

  15. ‘Let the cat out of the bag’ – revelar um segredo acidentalmente, deixar escapar. Ex.: “I let the cat out of the bag about their wedding plans.” (Deixei escapar os planos de casamento deles.)
  16. Ouça a pronúncia:

  17. ‘To feel under the weather’ – sentir-se mal. Ex.: “I’m really feeling under the weather today; I have a terrible cold.” (Estou me sentindo mal hoje; estou com um resfriado fortíssimo.)
  18. Ouça a pronúncia:

  19. ‘To kill two birds with one stone’ – resolver dois problemas ao mesmo tempo, matar dois coelhos numa cajadada só. Ex.: “By taking my dad on holiday, I killed two birds with one stone. I got to go away but also spend time with him.” (Ao sair de férias com meu pai, matei dois coelhos numa cajadada só. Saí um pouco e também passei um tempo com ele.)
  20. Ouça a pronúncia:

  21. ‘To cut corners’ – fazer algo mal feito, de forma barata. Fazer nas coxas. Ex.: “They really cut corners when they built this bathroom; the shower is leaking.” (Eles fizeram nas coxas quando construíram esse banheiro; o chuveiro vaza.)
  22. Ouça a pronúncia:

  23. ‘To add insult to injury’ – tornar algo ainda pior. Ex.: “To add insult to injury, the car drove off without stopping after knocking me off my bike.” (Para piorar a situação, o carro saiu sem parar depois de me derrubar da bicicleta.)
  24. Ouça a pronúncia:

  25. ‘You can’t judge a book by its cover’ – não pode julgar pelas aparências. Ex.: “I thought this no-brand bread would be horrible; turns out you can’t judge a book by its cover.” (Achei que esse pão sem marca era horrível, acontece que não se pode julgar pelas aparências.)
  26. Ouça a pronúncia:

  27. ‘Break a leg’ – é igual em português, diz-se “quebre a perna” para desejar sorte, em especial, antes de a pessoa se apresentar (principalmente entre atores). Ex.: “Break a leg, Sam, I’m sure your performance will be great.” (Quebre a perna, Sam, tenho certeza de que sua apresentação será ótima.)
  28. Ouça a pronúncia:

  29. ‘To hit the nail on the head’ – descrever com precisão o que causou um problema, acertar em cheio. Ex.: “He hit the nail on the head when he said this company needs more HR support.” (Ele acertou em cheio quando disse que esta empresa precisa de mais apoio do RH.)
  30. Ouça a pronúncia:



    Agora, que tal ir além das expressões idiomáticas? Vamos falar de…

    Expressões em inglês comuns no dia a dia

    Muitas vezes, nos preocupamos em aprender as expressões idiomáticas, palavras em inglês relacionadas a trabalho ou viagens, e esquecemos palavras relacionadas a coisas que fazemos no dia a dia. Só prestamos atenção quando tentamos falar sobre elas em inglês. Confira abaixo algumas que vão enriquecer seu vocabulário:

    Set the table
    Quando vamos tomar café, almoçar, jantar ou mesmo fazer um lanchinho em casa, precisamos arrumar a mesa, certo? Em inglês, a expressão para “arrumar a mesa” é set the table, mas também podemos falar lay the table.

    Eat out
    Geralmente, quando não queremos cozinhar ou quando queremos comer algo específico, sozinhos ou acompanhados, vamos a um restaurante. Uma expressão em inglês para as situações em que comemos fora é eat out.

    Packed lunch
    O que aqui para nós é chamado de “marmita”, nos Estados Unidos, é packed lunch, que, em uma tradução mais literal, seria “almoço empacotado” – o que faz sentido já que, lá, as pessoas usam sacos de papel para empacotar tanto lanches quanto almoços e compras de mercado. Na Inglaterra, no entanto, as pessoas dizem bagging.

    Keep an eye on
    Autoexplicativa. Um olho fixo em algo ou alguém. É o famoso ficar de olho em. O mesmo que watch closely (observar de perto) ou to monitor (monitorar). Mas lembre-se: um olho só! 😀

    Long shot
    Imagine um alvo e você em posse de uma arma. O alvo está muito longe. Qual sua probabilidade de acertar esse shot (tiro)? É baixa. A long shot é algo que você almeja, mas com pouca chance de dar certo.

    ends meet


    Running late
    Diferente de “I’m late“, que significa apenas “estou atrasado”, running late é uma expressão para dizer que alguém está atrasado, mas que ainda há chances de chegar a tempo.

    Let’s hope
    Em português, usamos frases como “Tomara que hoje não chova” quando estamos torcendo ou esperando que algo aconteça ou não. Em inglês, em situações como essa, dizemos Let’s hope…

    Hopefully
    Um hábito frequente dos brasileiros é dizer “Se Deus quiser”. Será que existe uma expressão correspondente em inglês? Sim! Em inglês, sem o viés religioso, usamos hopefully.

    Make ends meet
    Quando se trabalha duramente para fazer as contas baterem no final do mês. Os ends aqui seriam as suas despesas e os seus ganhos. Se eles meet (se encontram), ufa, você passou mais um mês sem dívidas. Mas daquele jeito, né?

    Go with the flow
    Ir com o flow (fluxo). Seja lá qual ele for. É aceitar o que tem para hoje. É concordar com o que estão dizendo, sem muito questionamento. É o “deixa a vida me levar”.

    Call it a day
    Seu dia de trabalho acabou. Exausto, mas satisfeito, você observa tudo o que fez e pensa: “Esse foi o meu dia”. A ideia da expressão call it a day é essa: My work is done (Meu trabalho foi feito) ou I’m finished (Terminei). Pode ir para casa feliz.

    game


    Step up your game
    Pense na vida como um videogame. Você precisa completar a missão do dia, subir de nível, passar de fase. Ou seja, subir um step (degrau) nesse grande jogo da vida. Step up your game é fazer melhor aquilo que você faz. Melhore!

    Go the extra mile
    Você corre uma determinada milhagem por dia. Mas, nesse incessante jogo da vida (veja a expressão acima), é sempre preciso rodar um pouco mais. Uma extra mile (milha extra) pode significar a diferença entre succeed (dar certo) ou fail (fracassar). Faça aquele esforço a mais.

    Run out of
    Geralmente, vamos ao mercado quando precisamos comprar coisas que acabaram no estoque de casa, certo? Então, para dizer que algo acabou, dizemos I ran out of. Se algo ainda não acabou, mas está prestes a acabar, dizemos então running out of. Também podemos entender essa expressão como “ficar sem”.

    Are you on Facebook, Whatsapp…?
    Em português, quando queremos saber se alguém possui um perfil em alguma rede social ou aplicativo, dizemos “Você tem Facebook, Twitter, etc…?”. Já em inglês, não é comum usarmos o verbo “ter” nessa situação. Em vez disso, dizemos “Are you on Facebook?”, “Are you on Instagram?”, como se estivéssemos perguntando se a pessoa faz parte da rede social.


    Quer saber sobre mais alguma expressão idiomática ou que você usa no dia a dia? Deixe um comentário que vamos ajudar você!

    Bruno Lopes

    Formado em Letras na Universidade de São Paulo, apaixonado pelas culturas de origem inglesa e suas manifestações. Acredito que a língua inglesa é um dos grandes instrumentos educacionais e sociais atuais. Viajar o mundo, vivenciar outras culturas e aprender outras línguas são sonhos a caminho de serem realizados.
    Bruno Lopes