Erros em inglês: verbos que confundem

No último post da série “Erros em Inglês”, vimos os erros de pontuação mais comuns na língua inglesa. Hoje, daremos continuidade à série e trataremos erros envolvendo verbos que confundem, bem como erros de conjugação e concordância verbal.
Vamos começar?

O inglês é um idioma que possui muitas palavras, muitas escritas de forma parecida com outra, ou seja, é extremamente comum, na hora de escrever, confundir ou acabar errando o verbo devido a uma letra. Veja os exemplos.

Choose e Chose
Uma simples vogal repetida pode mudar o tempo do verbo, e isso acontece muito com os verbos irregulares. Já que não seguem a regra de acrescentar –d, -ed ou –ied no fim da palavra quando ela está no tempo verbal passado, fica um pouco mais trabalhoso se lembrar de suas formas irregulares. Vale lembrar também que a pronúncia pode mudar por conta de uma vogal a mais. Choose é pronunciada como se o duplo “o” produzisse o som de “u”. Chose, ao contrário, é pronunciado com “o” mesmo.

Choose = “escolher”
You must choose between going out and staying home.
(Você deve escolher entre sair ou ficar em casa.)

Chose = passado de “escolher”
She chose to change course next year.
(Ela escolheu mudar de curso no próximo ano.)

Loose e Lose
Desta vez, temos dois verbos diferentes. Por isso, temos que ficar atentos, já que essa confusão pode alterar totalmente o sentido de uma frase. Observe:

Loose = “afrouxar”
Your shoe seems tight, you should loose your shoelace.
(Seu tênis parece apertado, você deveria afrouxar o cadarço.)

Lose = “perder”
If he doesn’t go to class next week, he will lose his registration.
(Se ele não for para a aula na próxima semana, ele vai perder a matrícula.)

Lay e Lie

SIMPLE PRESENTSIMPLE PASTSIGNIFICADO
Laylaid(colocar algo sobre alguma superfície, deitar algo)
Lielay(repousar, deitar-se)
Lielied(mentir)

Para não confundir o uso do verbo lay, preste atenção ao que vem depois do verbo. Se for um objeto ou algo diferente do sujeito (uma terceira pessoa, um animal), então, trata-se do verbo lay no Simple Present. Agora, se lay estiver se referindo ao próprio sujeito da frase, é o Simple Past de lie.

Vamos ver os exemplos:
I lay my dogs on the bed and play with them when they are agitated.
(Eu coloco meus cachorros na cama e brinco com eles quando estão agitados.)

I lay on the couch before going to bed.
(Eu me deitei no sofá antes de ir para a cama.)

He lied to me about his finances.
(Ele mentiu para mim sobre suas finanças.)

Conjugações e concordância verbais

Se a frase possui dois sujeitos, o verbo tem que ser utilizado em sua forma plural:
Incorrect: The cashier and the accountant is on leave today.
Correct: The cashier and the accountant are on leave today.
(O caixa e o contador estão de folga hoje.)

Cuidado com as formas do verbo ring no passado. No Simple Past, o correto é rang, enquanto no Past Participle é rung.
Incorrect: The school bell has already rang.
Correct: The school bell has already rung.
(O sinal da escola já tocou.)

Outro clássico dos erros que cometemos quando pensamos em português para depois escrever me inglês é a posição dos advérbios de frequência. Treine sempre o pensamento em inglês, não vicie em traduções.
Incorrect: I never have been there.
Correct: I have never been there.

A confusão também ao usarmos why, who ou qualquer outra das palavras que compões as WH- questions em frases que não são perguntas. Esquecemos que, como não estamos fazendo uma pergunta direta, não precisamos inverter a ordem do verbo e sujeito.
Incorrect: I don’t know why is she late.
Correct: I don’t know why she is late.

E aí? Aprendeu bastante? Se tiver dúvidas ou sugestões, é só comentar 🙂

Quer mais? Que tal um guia gratuito sobre preposições? Você pode levar ele com você por onde for!

Escrito por Bruno Lopes.

Você também pode gostar desses artigos

12 comments

  1. Very good this explication about the verbs. We have to improve our English when we can.

  2. Quantos anos de curso são necessários para ficar fluente em inglês? Tenho dificuldades em formular grandes vocabulários em inglês. Me ajude, Obrigada.

    1. Olá, Kétily,
      A fluência advém do uso constante do idioma. Não há uma conta exata para dizer quanto tempo leva. Mas a aquisição de vocabulário bem como o desenvolvimento consequente da fluência vêm com o tempo. Insista, continue praticando, cerque-se do idioma além dos estudos, com filmes, série, músicas e leituras. Tenha calma. Em breve, os vocabulários diferentes se tornarão comuns e você vai falar inglês com confiança.
      Boa sorte!

  3. Olá, Milene,
    Sobre a insegurança, a gente aconselha você a se arriscar um pouco mais sozinha mesmo no começo: repita falas de filme, escreva seus lembretes pessoais, cante uma música – tudo em inglês, claro. Aos poucos, passe a falar com gente mais próxima que pode te ajudar e com quem se sinta confortável. Vá tirando essa barreira aos poucos, um dia de cada vez.

    Quanto à sua dúvida, animais são um tema polêmico. Para os donos dos pets, que dizem que eles são família e se recusam a usar “it” (usam “he” ou “she” para falar deles), a resposta é “who”. Para quem acha que animais são “it”, que não são como pessoas, o uso correto é de “which”. Gramaticalmente, ambas estão corretas nesta situação, porque estamos falando de um ser vivo que não é pessoa.

    Esperamos que isso ajude!

  4. The teacher loosed the test for us.

    She lied when said the earth is plain. She lost her credibility.
    It is lying when is wrong.

    1. José, releia o que escreveu, vamos tentar corrigir juntos.
      O verbo “loose” está usado erroneamente – mas não quer dizer que “lose” seja a melhor opção também.
      Também há dois momentos em que você usa verbos sem sujeitos, o que não existe em inglês.
      E a última frase soa estranho. Seria bom revisar.
      Esperamos que isso ajude!

  5. She gave me a kiss, then sadness was loosed.
    He is lying when he speaks that earth in plain.

    All right?

    1. Não exatamente, José.
      Na primeira, poderíamos dizer: she gave me a kiss, then there was sadness.
      Na segunda, devemos trocar “speaks” por “says”.
      Esperamos que isso ajude.

Deixe um comentário!

Seu e-mail não será publicado. Os campos marcados são obrigatórios