Termos financeiros em inglês

27/09/2019
Tempo de leitura: 3 minutos

Dizem que “time is money” (tempo é dinheiro). Você concorda? Querendo ou não, não conseguimos viver sem ele e, aqui neste post, você vai conhecer diversos termos úteis relacionados ao din-din.

Rich Make It Rain GIF by SpongeBob SquarePants - Find & Share on GIPHY

Para começar: dinheiro é money ou cash?

Depende. Para falar de dinheiro de modo geral, escolha money. Já se é especificamente o dinheiro em espécie, ou seja, as banknotes (notas) e coins (moedas), é cash! Por último, e não menos importante, currency é o termo que significa a moeda de um país.

Em vez do cash, muitas pessoas optam pelos cards (cartões) para ter mais segurança e facilitar a portabilidade. Vamos ver como tudo começa?

Opening an account (Abrindo uma conta)

Indo até seu bank (banco) e branch (agência) de preferência, o primeiro passo é escolher qual tipo de account (conta) você quer ter. Independente de escolher entre checking/current (corrente) ou savings/deposit (poupança), você será o account holder (titular da conta) dela. Se for só sua, é uma individual account (conta individual), se for em conjunto, uma joint account (conta conjunta).

Pronto, com o cartão, agora você pode fazer todas aquelas operações em um ATM (caixa eletrônico) ou no próprio balcão do caixa. As mais comuns são:

account balance/balance inquirysaldo
statementextrato
withdrawalextrato
depositdepósito
transfertransferência
paymentspagamentos

Fora isso, hoje, contamos com os aplicativos para não precisarmos ir até o banco, por meio do Electronic Banking (e-banking) / Internet Banking / Online Banking e dos apps (aplicativos).

Hora das compras!

É crédito?

À medida que fizer compras no cartão, seu balance (saldo) irá aumentar até a closing date (data de fechamento), e você deverá quitar até a due date (data de vencimento) para não ter que pagar interest (juros). Dependendo de quanto você gasta, pode precisar pedir um aumento do credit limit (limite de crédito), mas cuidado para não acabar contraindo debts (dívidas) que não consiga pagar!

Ou débito?

Para quem prefere passar longe da tentação, o ideal é o debit card (cartão de débito). Isso não quer dizer que você não deva checar seu statement (extrato) virtual ou impresso periodicamente 😛

Alguns países oferecem a forma de pagamento cashback: você passa, no débito, um valor superior ao valor da compra para receber o troco em dinheiro 😊 Conveniente pra quem não tem tempo de passar no banco, né?

Já o cashback reward program é aquele em que, ao se cadastrar em determinados programas de recompensa e fazer compras em estabelecimentos afiliados, você recebe uma porcentagem (a critério de cada loja) do valor da compra de volta.

Além do crédito e débito, tem mais algumas formas que muitos usam para pay the bills (pagar as contas): direct debit (débito automático), útil para quem se esquece das datas de vencimento de contas comuns, como telefone, luz, internet, etc., deposit/pay in (depósito) e transfer (transferência). E ah, não podemos esquecer o check/cheque (cheque) 😛 Embora comum por aqui, o pagamento em installments (parcelas) não é uma opção lá fora, então, programe-se. Boletos também são exclusividade brasileira!

Se algo der errado com a compra, a loja poderá fazer um refund (reembolso) do valor.

Dicas de economia

Conselho da vida é começar a fazer um nest egg (pé-de-meia) o quanto antes para complementar a retirement (aposentadoria). Mas, antes disso, é importante fazer um controle das suas expenses (despesas) para entender exatamente o quanto você pode expend (gastar) e quanto save (economizar) por mês, especialmente se tiver acesso a um payslip (holerite). Para quem tem conta em banco, prestar atenção nas bank charges (taxas bancárias) e observar se não está pagando à toa por serviços que não usa.

Piggy Bank Mula GIF by Mighty Oak - Find & Share on GIPHY

Não podemos esquecer também, para quem precisa, de file a tax return (declarar imposto de renda) até a data limite e conseguir a tax refund/rebate (restituição), uma graninha que pode ajudar muito no aperto!

Se for viajar, além do importantíssimo travel insurance (seguro-viagem), é bom acompanhar a flutuação da exchange rate (taxa de câmbio) antes de viajar e aproveitar as promoções de passagens e estadias.

Falando em seguro, os outros mais comuns são life insurance (seguro de vida), health insurance (seguro-saúde) e car insurance (seguro do carro).

In the red (no vermelho)

Imprevistos acontecem, seja por overspending (gastar além do que pode), unemployment (desemprego) ou low income (salário baixo), nossa conta pode ficar negativa ao pagarmos as contas.

Dependendo de quanto, nem borrowing (pedir emprestado) dinheiro para amigos ou familiares é o suficiente para quitar uma dívida. Nesses casos, é preciso fazer um loan (empréstimo). Aqui, é necessário o dobro de cuidado com as fees (taxas). Em alguns casos, é preciso escolher alguém de confiança para ser seu guarantor (fiador) ou até realizar uma mortgage (hipoteca), deixando algum bem seu como collateral (garantia).

Procure sempre se informar se é possível fazer uma amortization (amortização) do valor devido para quitar a deliquency (inadimplência) ou, ainda, fazer um prepayment (pagamento antes da data de vencimento). Se não for feito na maturity date (data de vencimento) e passar muito tempo, a instituição pode considerar a dívida como bad debt (insolvente), ou seja, que nunca será paga. Já se, eventualmente, você puder quitar tudo, será um pay off (pagamento total). Ufa!

Bastante coisa, não é? Se tiver dúvida sobre algum termo, deixe nos comentários 😉

Hiromi C.

Bacharel em Letras e Tradução. Trabalhar com idiomas, ler/escrever e escutar música são paixões eternas minhas. Também amo games, animes, cartoons e documentários. Futuros planos envolvem viajar o mundo e aprender o maior número de idiomas possível, adotar gatos e/ou publicar um livro (não exatamente nessa ordem).
Hiromi C.