Por que é impossível falar inglês sem sotaque

Os alunos costumam me dizer “Quero aprender a falar inglês, mas sem sotaque”. E eu tenho que falar para eles que isso é impossível. O que eu quero dizer com isso?

Todo mundo possui um “accent” (sotaque, em inglês) diferente ao falar inglês, mas a maior parte das pessoas não sabe disso, nem percebe. Nosso próprio sotaque soa normal para a gente, ao ponto de esquecermos que ele pode parecer estranho para outra pessoa.

Por exemplo, eu moro em Londres e falo com um sotaque londrino. Em Londres, as pessoas pensam que eu não tenho sotaque, pois eu falo como eles. Entretanto, se eu visitar uma cidade no norte da Inglaterra, as pessoas notarão meu sotaque, pois ele é diferente.

Então, se você sabe falar inglês, você terá algum tipo de “accent”.

Existem algumas formas “padrões” do inglês, tais como “Received Pronunciation” no Reino Unido, que é similar a como os jornalistas da BBC falam, e o “General American” ou “Standard American English” nos Estados Unidos, similar ao sotaque da região centro-oeste desse país.

Apesar de essas serem as formas comuns que vemos na mídia, elas, ainda assim, são consideradas sotaques. Todo mundo tem sotaque. Agora que já sabemos que todos possuem sotaque, o que ele diz sobre você?

Os sotaques podem dizer de onde você é. Assim como mostrar de qual parte do mundo você é. Algumas pessoas veem os sotaques como um indicador social.

Eles também podem dizer para onde estamos indo. Muitas pessoas tentam mudar seus sotaques para se encaixarem no lugar onde estão: um lugar diferente ou mesmo devido a um grupo de pessoas.

Os sotaques não podem, entretanto, dizer que tipo de pessoas nós somos. Eles são como roupas; nós podemos usá-las para mudar nosso visual, mas só isso. Quando alguém tem uma opinião sobre uma pessoa apenas pelo seu sotaque, ela está apenas se apegando aos estereótipos.

Voltemos, então, para as pessoas que dizem “I want to speak English without an accent” (Quero falar inglês sem sotaque). Qual conselho eu daria para elas?

Eu diria que, primeiro, você deve se focar em falar inglês com clareza e ser compreendido. Depois, caso você queira mudar seu sotaque, escolha um de que você goste da sonoridade ou porque é mais fácil de entender. Não procure um sotaque para fingir ser alguém diferente, pois você pode acabar se enrolando. Aceite ser como você é e deixe isso fluir na maneira como você fala.

Escrito por Wil Procter.

Wil

Wil é escritor, professor, tecnólogo em formação e adora aprender idiomas. Ele ensina inglês em salas tradicionais e online há 10 anos, já treinou outros professores para usarem a sala de aula virtual e a tecnologia online, já escreveu material sobre e-learning para diversos sites.

Ele fala quatro idiomas e está procurando mais um para aprender.

Você também pode gostar desses artigos

3 comments

  1. sotaque se pega com o convívio constante com o mesmo, se você viver 10 anos em Londres convivendo com pessoas de la vai pegar o sotaque deles, alem do seu sotaque estrangeiro que também nunca vai te abandonar.

    1. Legal ver alguém que compreende isso. Minha irmã fez intercâmbio e costuma criticar outros estrangeiros por falarem com um forte sotaque transparecendo. Falei pra ela que o importante é ser entendido e não ser igual. Infelizmente ela não entende isso.

  2. “Não procure um sotaque para fingir ser alguém diferente, pois você pode acabar se enrolando. ” essa parte não é válida para espiões governamentais

Deixe um comentário!

Seu e-mail não será publicado. Os campos marcados são obrigatórios