Literatura irlandesa: 5 grandes escritores

Tendo aspectos culturais curiosos e uma relação um tanto quanto conturbada com a língua inglesa, a Irlanda foi berço de alguns dos escritores mais conhecidos do mundo. Aqui, vamos falar de cinco dos grandes autores irlandeses e suas influências.

Yeats

Nascido em Dublin, em 1865, William Butler Yeats é um dos maiores ícones das poesias irlandesa e inglesa. Precursor da poesia moderna, ele era uma figura política (chegou até a se tornar Senador na Irlanda) que se aproximou muito das lendas e poesias irlandesas tradicionais para elaborar suas obras.

Sua escrita une elementos românticos e folclóricos, seguindo, sutilmente, um ritmo moderno. Alguns poemas-chave de Yeats: “An Irish Airman Foresees His Death”, “Leda and the Swan”, “Aedh wishes for the Cloths of Heaven”, “The Second Coming”.

Beckett

Samuel Beckett é mais conhecido por suas peças e obras em prosa, mas, talvez por conta de sua escrita ser tão singular, até mesmo seus grandes dramas podem ser lidos como poesia. Então, vale incluí-lo na nossa lista!

Beckett era irlandês e o tempo em que estudou na Trinity College, em Dublin, foi de suma importância para sua maneira de escrever. Além disso, ele também viveu em Paris e chegou a escrever em francês. Atualmente, sua escrita – esparsa, filosófica, cômica e um pouco cruel – é considerada, por muitos uma das conquistas literárias mais significantes do século 20.

Obras importantes da prosa poética de Beckett: “Texts for Nothing”, “Rockaby”, “Not I”, “Worstward Ho”.

Wilde

Oscar Wilde é um dos dramaturgos mais famosos da língua inglesa – suas comédias, como The importance of being Earnest (A importância de ser Honesto), por exemplo, são vistas como obras deslumbrantes, que caracterizam e criticam a aristocracia inglesa e suas normas sociais no final do século 19.

Filho de intelectuais anglo-irlandeses, Wilde também nasceu na Irlanda. Sua descendência, assim como a de Yeats, levou-o a Londres, onde teve início sua fama como dramaturgo – e também onde ele viveu um turbulento período da sua vida privada – que, cá entre nós, não era tão privada assim. Com um toque de loucura – somada à sinceridade que ele finge desprezar –, suas obras se tornam divertidas de ler, mas sem deixar de serem sérias, geniais e satíricas em relação ao nosso egoísmo e preocupação com as aparências.

Obras principais: “The Ballad of Reading Gaol”, “The Picture of Dorian Gray”.

MacNeice

Louis MacNeice foi um poeta e dramaturgo irlandês que fez parte de um grupo chamado Thirties poets (“poetas dos 30”, por conta da idade dos poetas membros), com W. H. Auden – talvez o mais conhecido do grupo.

Sendo um poeta agradável e simpático, ele tinha preocupações que se opunham, sutilmente, ao totalitarismo que acompanhava o aumento do fascismo e do nacionalismo da época. Desse modo, ele nunca foi visto como um poeta político da maneira como Yeats e Auden eram.

MacNeice é o primeiro irlandês do norte na nossa lista, nascido em Belfast. Sua obra mais conhecida é Autumn Journal, escrita e finalizada em 1939, antes do fim da Guerra Civil Espanhola. Outras obras incluem: “Perseus”, “Plant and Phantom”.

Heaney

Seamus Heaney é provavelmente o poeta irlandês mais recente que ficou famoso. Nascido também na Irlanda do Norte e tendo estudado em Belfast antes de desfrutar alguns cargos em Harvard e Oxford, Heaney faleceu em Dublin, em agosto de 2013.

Ele foi reconhecido pela crítica como o poeta irlandês mais importante desde Yeats, conhecido e aclamado por sua habilidade de contar histórias por meio de seus versos e por invocar a beleza em imagens simples e situações do dia a dia. Poemas como Digging, da sua coleção Death of a Naturalist de 1966, são bons exemplos da sua obra: formosa e composta por versos complexos, capazes de capturar um momento em sua fugacidade e profundidade. Outros exemplos: “Field Work”, “The Spirit Level”.

Agora que você sabe um pouco mais sobre os escritores irlandeses mais aclamados pela crítica, com qual você se identifica? Já conhecia algum antes?

Escrito por Stephen Grennan.

Stephen Grennan

Stephen é da Irlanda, onde começou a ensinar inglês. Foi lá que ele conheceu sua esposa brasileira, Ana Paula.
Tendo viajado pelo mundo todo, ele aprendeu a valorizar o aprendizado de idiomas como forma de vivenciar novas e maravilhosas culturas. Ele ama sua nova vida no Brasil e, atualmente, trabalha na EF Englishtown.

EF English Live
Latest posts by EF English Live (see all)

Você também pode gostar desses artigos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked