Do’s & Don’ts*: 7 expressões para melhorar a fluência

Desde que fui morar nos EUA e adquiri certo nível de fluência no idioma, a pergunta mais comum é: como você faz para aprender a falar inglês fluentemente? Dentre muitas outras coisas, eu desenvolvi um hobby: observar onde e quando os nativos usam determinadas expressões em inglês e, em seguida, memorizá-las e utilizá-las na primeira oportunidade. Percebi que, como no português, americanos adoram usar certos tipos de expressões que, embora não sejam essenciais para o entendimento do contexto, ajudam a conversa a fluir com mais naturalidade.

Abaixo, algumas das minhas expressões favoritas que incorporei ao meu vocabulário e uso frequentemente:

1. Just for the record, I do not agree with you.
Só para constar, eu não concordo com você.

2. The next thing I know, he was standing right in front of me.
Quando eu vi, ele estava parado bem na minha frente.

3. First of all, I didn’t know she was sick.
Antes de mais nada, eu não sabia que ela estava doente.

4. No wonder he is happy. She won the game.
Não me admira que ele esteja feliz. Ela ganhou o jogo.

5. On the other hand, she is more polite than you.
Por outro lado, ela é mais educada do que você.

6. Most of the time she goes shopping, she spends more money than she could.
Na maioria das vezes em que ela vai às compras, ela gasta mais dinheiro do que poderia.

7. As I was saying, I have school on Monday so I can’t travel.
Como eu estava dizendo, tenho aula na segunda, então, não posso viajar.

DO’s: introduza essas expressões no começo das suas frases e verá que a conversação flui mais naturalmente. Observe em filmes e músicas como e quando essas e outras expressões são empregadas. Crie, mentalmente, frases e situações em que você poderia usar essas expressões, acostume-se a elas, memorize.

DON’Ts: quando o assunto for expressões, evite focar muito na gramática e na tradução literal das palavras. A expressão é um conjunto. Não tente quebrá-lo! Preocupe-se com o contexto e a aplicação, assim, seu aprendizado será muito mais rápido e efetivo.

P.S.: Sinta-se à vontade para sugerir temas para os próximos posts, fazer perguntas e compartilhar outras expressões nos comentários. Take care!

Escrito por Maíra Santos

Maíra Santos

Publicitária de formação e amante incondicional da língua inglesa, decidiu encarar a missão de ser Au Pair por dois anos nos EUA. Hoje, é coordenadora de Eventos do Life Club Brazil, programa de imersão da EF Englishtown, além de tradutora e intérprete nas horas vagas. Coleciona uma prateleira cheia de sonhos realizados e listas intermináveis de sonhos a realizar. Felicidade inclui mochila nas costas, música, café, laptop, um bom livro e passagens para uma próxima aventura.

Você também pode gostar desses artigos

7 comments

  1. Por favor dê exemplos de DO’S e DONT’S, como se usa em frases.

    Desde já agradeço.

    1. José, você quer exemplos com a expressão “Do’s and Don’ts” ou com os auxiliares?

    1. Atenção 17.12.18:equipe p/José GE Santo.

      Se possível gostaria das duas formas, com os auxiliares.

      Ou seria simplesmente DO’S contração de DOES e DON’TS contração de DOES NOT?

      Espero resposta, grato.

  2. Eu gostaria dos termos empregados em exemplos, tanto o “do’s” quanto o “dont’s”.

    1. José, em geral, eles são usados juntos. Exemplos:
      1. If you want to know how to behave, here’s a list of do’s and don’ts for tonight.
      2. This job is important, pay attention to the don’ts, so that nothing goes wrong.

Deixe um comentário!

Seu e-mail não será publicado. Os campos marcados são obrigatórios