Como estudar inglês sozinho durante a quarentena

Estudando inglês

Quem é que não ouviu falar da pandemic (pandemia) do novo coronavírus, o COVID-19? Dos symptoms (sintomas), das formas de prevention (prevenção), e especialmente sobre o social distancing (distanciamento social)? Na data em que este artigo está sendo escrito, ainda estamos no período de quarantine (quarentena) e estudando uma possível flexibilização de circulação de pessoas.

E, enquanto muitos ainda permanecem em casa, a grande maioria viu a routine (rotina) mudar completamente. E nem tudo foi para pior: quem não ouviu alguém dizer que, com esse tempo “extra” em casa, conseguiu começar uma atividade totalmente nova, se dedicar mais a algum hobby ou a algo para desenvolvimento pessoal? Não é à toa que um dos conselhos mais dados atualmente é, além do corpo, cuidar da saúde mental também.

Pensando nisso e na nossa realidade como escola, apresentamos dicas de como estudar inglês durante a quarentena, principalmente para quem está aprendendo sozinho. Anote aí!

1 – Faça um planejamento e mergulhe de cabeça no inglês

Planejamento de estudos

Não sabemos quando tudo isso vai passar, então, é importante seguirmos com uma rotina mais próxima do que costumávamos seguir possível, com tempo determinado para acordar, fazer as atividades de casa, trabalhar, estudar, cuidar do corpo, se divertir e descansar.

Se seu objetivo é aprender ou aperfeiçoar o inglês, é hora de planejar como fazer isso acontecer, com os recursos à disposição. Qual é seu nível atual e até onde quer chegar? Para o que você vai usar o idioma? O que precisa treinar mais? Ter esses detalhes bem definidos ajudará a estabelecer sua rotina de estudos sem ficar perdido.

Pensando no seu cronograma, qual é o melhor horário para estudar sem distrações? Peça também a colaboração de quem mora com você para que possa se dedicar ao máximo sem que interrompam.

2 – Filmes, músicas e séries são uma ótima pedida

Homem ouvindo música no celular

Estudar não é só ficar fazendo exercício ou ler gramática, mas ver como a língua é usada na prática, seja na escrita ou fala. Ao aprender sozinho, aproveite quando for maratonar aquela série que você não via a hora de (re)assistir e:

  • se você assiste dublado, coloque o áudio em inglês e a legenda em português
  • se já vê legendado, troque a legenda para o inglês!
  • se não é nenhuma novidade legendas em inglês, que tal tentar sem agora?

Isso também se aplica a filmes, documentários, notícias, transmissões com apoio audiovisual, vídeos na internet, etc.

Para os fãs de música, nada como pegar a letra para cantar junto e entender sem apelar para a tradução em sites de cifras, hein? Quem curte podcast, tente procurar canais que tratem de um tema em comum em português e inglês para treinar o vocabulário. O mesmo pode ser feito para quem joga!

E um desafio para todos os públicos: que tal trocar o idioma de um aplicativo ou até mesmo do celular/computador todo? 😛

Faça o que for possível dentro das suas habilidades atuais e verá, com o passar do tempo e de pouco em pouco, como está evoluindo!

3 – Não se apegue ao dicionário

Homem mexendo no celular

É claro que você pode e deve procurar o significado das palavras desconhecidas, mas imagine que esteja assistindo a uma transmissão em inglês ao vivo… você não terá tempo para procurar tudo! Tente entender pelo contexto, prestando atenção às estruturas que já domina. Acha que entendeu a ideia geral? Que tal confirmar em outra fonte? Lembrando que, independentemente do idioma, temos usos de metáforas, jargões ou expressões idiomáticas que não farão sentido se você pesquisar cada palavra separada. Anote tudo, depois pare para pesquisar se precisar.

4 – Conte com professores especialistas

Professores especialistas

Até os autodidatas precisam de apoio, e ter alguém para acompanhar sua jornada é essencial. Pode ser um amigo ou parente para praticar junto, mas especialmente ter um professor para dar mais orientações e tirar quaisquer dúvidas cruciais vai ajudar. E você pode contar com a EF English Live para os dois: com as aulas em grupo a cada meia hora, 24 horas por dia, é possível praticar a conversação com pessoas do mundo todo. E nas aulas particulares com nossos professores certificados, pode escolher o tema que quiser trabalhar na hora marcada e escolhida por você!

5 – Não tenha medo de errar

Homem estudando

Não estranhe esse item no final da lista, afinal, apesar de parecer óbvio, muita gente ainda tem receio ou vergonha porque não quer errar ou fazer feio, especialmente na hora de falar. Caso essa pessoa seja você, uma pergunta: e se fosse um gringo falando português? Dificilmente iria acertar de primeira e falaria com (muito) sotaque, e a gente relevaria porque ele está aprendendo, certo? Então, por que seria diferente se for você falando inglês? Cobramos muito de nós mesmos, e não é errado querer dar nosso melhor. Mas sem tentar, não vamos conseguir ir adiante! 😉 Os erros fazem parte, e é só com eles que sabemos que estamos no caminho certo.

E só para finalizarmos e para não perder o costume: stay home (fique em casa) and remember to wash your hands (lembre-se de lavar as mãos). Be safe! (Fique bem!)

Se quiser mais dicas específicas de vocabulário sobre o coronavírus, confira nosso artigo no site do parceiro English Experts.

EF English Live

A English Live faz parte do grupo Education First e é a maior escola de inglês online do mundo, criada em 1996. São mais de 100 mil alunos só no Brasil.

Você também pode gostar desses artigos

Deixe um comentário!

Seu e-mail não será publicado. Os campos marcados são obrigatórios