Qual é a melhor idade para aprender inglês

Mulher pensativa segurando lápis

Uma pergunta rápida antes de começarmos a discutir o tema de hoje: você diria que sabe todas, senão a maioria das palavras contidas no dicionário da língua portuguesa? Guarde sua resposta, vamos retomar mais abaixo!

Afinal, existe uma melhor idade para aprender inglês?

Um estudo,conduzido pelo MIT (Massachussets Institute of Technology),  tentou encontrar uma resposta para essa pergunta. Nele, foi apontado que a melhor idade para aprender inglês ou qualquer outro novo idioma é aos 10 anos. Além disso, eles mostraram que essa capacidade de se alcançar uma proficiência semelhante a de um nativo mantém-se até os 18 anos.

Mas calma, esse dado não é para desanimar ninguém! Antes de sair generalizando, é importante entender que essa pesquisa foi realizada de forma online, com pessoas majoritariamente de países europeus, e somente a gramática foi testada, sem levar em conta a capacidade de comunicação oral. Ou seja, é um recorte que não pode falar por todos, e não considera diversos aspectos que vamos tratar mais abaixo.

Mitos sobre a melhor idade para aprender inglês

Crianças estudando

Muito embora o estudo apoie a ideia de que é difícil, senão impossível se tornar fluente depois de “velho”, muita gente se esquece que a realidade de um adulto é completamente diferente da de uma criança ou adolescente, que passa muito mais tempo somente estudando. Na fase adulta, passamos a ter outras responsabilidades, como trabalho, família e outros compromissos.

Outro ponto a se considerar é: o que é ser fluente, no fim das contas? Muitos concordam que é a capacidade de entender e se comunicar naturalmente sobre os mais diversos assuntos, assim como seria na própria língua nativa. Aqui retomamos a pergunta lá do começo: você diria que é fluente em português? Sabe conversar e manja de vocabulário e jargões de áreas como biomedicina ou física quântica, por exemplo? Se a resposta for não, isso não desqualifica você como fluente no português, certo? O mesmo se aplica para o inglês!

Vantagens de se aprender inglês quando adulto

Homem idoso no computador

Adultos aprendem mais rápido e possuem maior facilidade na aquisição de vocabulário

Vamos falar de coisa boa. Como tratamos brevemente no parágrafo anterior, certos vocabulários são específicos das áreas de conhecimento, e você não precisa dominar todas elas para ser considerado fluente. Se souber, perfeito! Mas precisamos ser mais práticos e começar devagar, e essa é uma vantagem de “ser adulto”: ter a liberdade de escolher a melhor forma de estudar, no que focar, e ter mais controle e responsabilidade sobre os próprios estudos e desenvolvimento.

Se os mais jovens têm a vantagem de aprender sons e sotaques com mais facilidade, na vida adulta, temos grau de instrução e maior capacidade de solução de problemas ao nosso favor. Assimilamos conceitos novos mais facilmente pois temos mais referências e experiências que auxiliam a compreender tudo melhor.

Mais conhecimento em relação a aspectos socioculturais

Depois de mais velhos, entendemos também que a língua nunca é separada de sua cultura ou da sociedade onde ela está inserida. É por isso que temos variações de inglês em diversos países, assim como o português é diferente aqui no Brasil, em Portugal, em Cabo Verde, etc.

Com isso, temos mais maturidade para absorver informações, especialmente por estarmos mais atentos às notícias e atualidades dos mais diversos temas, como política, meio ambiente, economia, viagens, negócios, e por aí vai. A gente aprende muito além de simplesmente a língua do que um estudante mais jovem em contexto escolar.

Mais capacidade de foco e atenção nos estudos

Com a agenda lotada e prioridades definidas, sabemos bem do tempo que temos disponível e que não dá para abraçar o mundo. Com isso, conseguimos focar melhor no que é realmente necessário e temos mais disposição para aprender se comparado com alguém que está estudando por obrigação.

É claro que alguns de nós estamos aprendendo inglês somente para fins de trabalho, o que pode ser visto como “obrigação”. Mas, como dissemos anteriormente, temos objetivos específicos e com isso o caminho para chegar a um resultado – como a tão famosa fluência – é muito mais claro.

Como começar a aprender inglês?

Como pontuamos diversas vezes ao longo do texto, é importante ter objetivos definidos. A pergunta que realmente precisa ser respondida é o que você quer alcançar aprendendo inglês. Quer desempenhar suas tarefas profissionais sem dificuldade com a língua? Quer estudar ou morar fora? Conversar com um amigo estrangeiro, ou simplesmente viajar e conhecer lugares novos? De repente, apenas ter o simples prazer de escutar e entender as músicas que marcaram sua vida? Perceba que cada situação requer habilidades específicas da língua. Assim, fica muito mais fácil estabelecer metas (e prazos) que são, sim, possíveis de serem alcançados.

E a gente pode ajudar você de diversas formas: trazemos dicas dos mais diversos assuntos pelas redes sociais e nosso curso atende a todos os níveis, desde o iniciante ao pós-avançado. Também contamos com módulos específicos para vários setores, um exclusivo para negócios, e também para quem vai viajar! Se precisa prestar o TOEFL ou TOEIC, também pode contar com os nossos preparatórios e simulados. E para quem quer começar a conversar o mais rápido possível, pode praticar o quanto quiser com colegas e professores do mundo todo nas nossas aulas em grupo e particulares – sem sair de casa e a qualquer hora! Conheça agora mesmo como é estudar com a gente clicando aqui 😉

EF English Live

A English Live faz parte do grupo Education First e é a maior escola de inglês online do mundo, criada em 1996. São mais de 100 mil alunos só no Brasil.

Você também pode gostar desses artigos

Deixe um comentário!

Seu e-mail não será publicado. Os campos marcados são obrigatórios