Contos de fada em inglês

Contos de fada em inglês

Uma garotinha está levando alguns candies (doces) para sua grandma (avó) quando, de repente, um big bad wolf (lobo mau) aparece em seu caminho. Conhece essa história, certo?! Mas você sabia que, nas primeiras versões da história, o lobo mau era, na verdade, um werewolf (lobisomem)? E que, na primeira versão de Rapunzel, ela fica pregnant (grávida) do príncipe antes de conseguir escapar da evil witch (bruxa malvada)? Confira essas e outras curiosidades sobre alguns dos mais famosos fairy tales (contos de fada).

Little Red Riding Hood (Chapeuzinho Vermelho)

Diversos fairy tales são derivados de tradições folclóricas de diversos pontos da Europa, e a história de Chapeuzinho não é diferente. Registrada em papel pela primeira vez no século XVII, a história foi escrita pelo francês Charles Perrault, alcançando os países ingleses anos depois. Na versão do escritor francês, a menina não reconhece o lobo e acaba sendo devorada pelo animal. Já nas versões folclóricas, de tradição oral, a menina consegue escapar sem a ajuda de um huntsman (caçador) e, em algumas versões, a menina é devorada pelo lobo, porém salva por um caçador (algumas versões trazem um lenhador) que abre a barriga do lobo e retira não apenas a menina, como também sua avó de dentro do lobo.

Cinderella (Cinderela)

A versão da Disney não contém alguns detalhes criados pelos irmãos alemães Grimm. Enquanto na história dos Grimm as irmãs que maltratam Cinderela cortam parte de seus dedos para conseguirem calçar os slippers (sapatos) e conquistar o príncipe, a história do desenho mundialmente conhecido explica apenas que os pés das garotas eram grandes demais para caberem no sapatinho de cristal. O sapato também possui materiais diferentes dependendo da versão: em algumas, ele é feito de ouro, em outras, de cristal e, na primeira versão, de vidro.

Jack and the Beanstalk (João e o Pé de Feijão)

Jack ou João, na versão brasileira, é um garoto pobre que vive com sua widowed mother (mãe viúva) e uma vaca, até que um dia encontra um stranger (desconhecido) e troca sua vaca pelo que o homem diz serem magic beans (feijões mágicos). Somente quando o menino e a mãe já estão desesperados com os feijões que não nascem, o beanstalk (pé de feijão) começa a crescer, chegando até as clouds (nuvens) onde Jack descobre um castle (castelo) que abriga um evil giant (gigante mau). Ao saber que o gigante possui algumas golden coins (moedas de ouro), uma hen (galinha) que bota ovos de ouro, e uma magic harp (harpa mágica), Jack engana a mulher do gigante e decide pegar as moedas para ajudar sua mãe. No entanto, o gigante percebe a presença do garoto e o persegue pé de feijão abaixo, cantando:

Fee-fi-fo-fum! (Fee-fi-fofum!)
I smell the blood of an Englishman, (Sinto cheiro de sangue de inglês,)
Be he alive, or be he dead, (Esteja ele vivo ou morto,)
I’ll grind his bones to make my bread. (Vou esmagar seus ossos para fazer meu pão.)

Ao chegar ao chão, Jack pede ajuda para sua mãe, que traz um axe (machado) para o filho. Assim, eles conseguem derrotar o gigante. Em algumas versões, a mulher do gigante explica que seu marido havia matado o pai de Jack e roubado as moedas dele, o que justificaria os atos do garoto como vengence (vingança) pela morte de seu pai.

Rapunzel

Apesar de ser derivada de uma lenda francesa e adaptada pela tradição germânica, a história da menina do longo golden hair (cabelo dourado) se tornou conhecida em toda a Europa, chegando a alcançar o mundo todo. Em uma versão diferente da mais conhecida, Rapunzel engravida do príncipe que a visita e, quando a bruxa descobre o fato, manda Rapunzel para um exílio e mata o príncipe ao jogá-lo do alto da torre.


Há muito mais fairy tales por aí, que tal buscar alguns para treinar seu inglês? Fairy tales possuem linguagem simples e são muitas vezes adaptados para livros infantis – veja nossas dicas para ler em inglês aqui. Recomendo as histórias dos irmãos Grimm e de Hans Christian Andersen.

Escrito por Bruno Lopes

Você também pode gostar desses artigos

4 comments

Deixe um comentário!

Seu e-mail não será publicado. Os campos marcados são obrigatórios